Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial terapêutico das células natural killer (kN) expandidas ex vivo no tratamento do câncer de ovário

Resumo

O objetivo neste projeto é avaliar o potencial terapêutico de preparações de células efetoras ricas em células NK para o tratamento do câncer de ovário. A natureza difusa do câncer de ovário e a rápida disseminação metastática limitam a eficiência da terapia atual, baseada na cirurgia e quimioterapia. Há, portanto, a necessidade de novas abordagens terapêuticas visando eliminar células tumorais e prevenir a recidiva. Avanços recentes na compreensão dos mecanismos envolvidos na ativação da resposta imune celular mediada por células NK contra tumores e nas técnicas para obtenção destas células abrem novas perspectivas terapêuticas. Neste sentido, este projeto foi inspirado em estudos recentes realizados no Instituto Karolinska, Suécia (pós-doutorado do autor) mostrando a viabilidade da expansão seletiva ex vivo de células NK humanos para a terapia do câncer. No presente estudo, preparações de células efetoras ricas em células NK serão obtidas pela expansão seletiva ex vivo a partir da exposição de células mononucleares do sangue periférico e da ascite de pacientes portadoras de câncer de ovário a IL-2 por um longo período. Estão previstas amostragens de 12 pacientes (6 portadores de carcinoma epitelial de ovário e 6 portadores de alterações benignas). O processo de expansão ex vivo será monitorado pela determinação do número absoluto e fenótipo das populações célulares utilizando-se a citometria de fluxo. A atividade anti-tumoral das preparações de células efetoras ricas em células NK será avaliada contra linhagens tumorais através de ensaios in vitro. Sempre que possível, a atividade anti-tumoral será avaliada contra tumores primários autólogos. Assim, culturas primárias de células de carcinoma de ovário serão estabelecidas com fragmentos tumorais obtidos por ocasião da cirurgia para diagnóstico. Os procedimentos para expansão seletiva de células NK e para cultura primária de células tumorais de ovário foram padronizados recentemente na Instituição que hospeda este estudo e dados preliminares mostrando a viabilidade do processo de expansão de células NK começam a ser gerados. Os resultados obtidos serão comparados através de análise estatística não paramétrica (Mann-Whitney U test, P<0,05) o que permitirá avaliar a eficiência da expansão, bem como da atividade anti-tumoral. Esta solicitação contempla a aquisição de materiais de consumo necessários para o cultivo das células NK humanas, caracterização das populações celulares e avaliação da citotoxicidade, bem como, equipamentos para incrementar a capacidade do laboratório de separar populações de linfócitos para cultivo celular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)