Busca avançada
Ano de início
Entree

Auxílio a decisão para adubação nitrogenada com o uso de sensores ópticos ativos em cana, algodão, milho e trigo

Processo: 06/06138-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2007 - 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Máquinas e Implementos Agrícolas
Pesquisador responsável:José Paulo Molin
Beneficiário:José Paulo Molin
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Agricultura de precisão  Mecanização agrícola  Sensoriamento remoto  Sensores ópticos  Adubação  Fertilizantes nitrogenados 

Resumo

As culturas em geral respondem fortemente aos teores de nitrogênio disponíveis no solo. A cana-de-açúcar, tradicionalmente submetida à queima das folhas para facilitar a colheita, tem um comportamento relativamente conhecido com relação à adubação nitrogenada. No entanto a sua colheita mecanizada e sem queima altera sensivelmente esse comportamento. No cultivo do algodão a disponibilidade de N no solo interfere na quantidade e na qualidade das fibras produzidas. A eficiência no uso do nitrogênio pelos cereais está em torno de 33%, sendo que o restante resulta em perdas que afetam o ambiente e o agricultor. O teor de proteínas no trigo é significativamente influenciado pela adubação nitrogenada. Os sensores utilizados pelo sensoriamento remoto são dispositivos capazes de detectar a radiação eletromagnética em determinada faixa do espectro eletromagnético e gerar informações que possam, dentre outros, estimar a quantidade de nitrogênio nas culturas, pois a refletância espectral é inversamente correlacionada com a quantidade de nitrogênio nas plantas. O projeto visa estudar o comportamento e o potencial do uso de sensores ópticos ativos comerciais aplicados nas culturas de cana-de-açúcar, algodão, trigo e milho sob diferentes doses de nitrogênio. Devido ao crescente número de trabalhos nesta linha de pesquisa fora do país, a proposta é avaliar o mesmo processo em condições brasileiras, com culturas e variedades aqui adaptadas ou desenvolvidas e largamente exploradas, e assim estimar o seu conteúdo de nitrogênio, avançando na obtenção de parâmetros para um manejo adequado dos fertilizantes nitrogenados. Para tanto são propostos vários experimentos a serem implementados com o auxílio de diferentes parceiros e deverão girar em torno da análise da resposta desses sensores ativos a doses de adubação nitrogenada em parcelas experimentais. Espera-se obter a correlação entre as diferentes doses de nitrogênio aplicadas no plantio e a refletância espectral da cana-de-açúcar, bem como obter correlação entre diferentes teores de nitrogênio na folha e a refletância espectral da cultura (planta e soca). Na cultura do algodão planeja-se avaliar o efeito da variação de doses de nitrogênio sobre a concentração foliar de clorofila do algodoeiro utilizando propriedades de refletância com o uso dos sensores ativos. Também se espera obter a correlação entre as diferentes doses de nitrogênio aplicadas na semeadura e a refletância espectral das culturas de trigo e milho e propor doses de nitrogênio em cobertura com base nos dados obtidos com o uso de sensores ópticos ativos comerciais. Com isso espera-se poder gerar indicadores para a possível automação do diagnóstico ou mesmo iniciar estudos para a viabilização de sensoriamento em tempo real visando a adubação nitrogenada de forma localizada para as culturas. (AU)