Busca avançada
Ano de início
Entree

Risco cardiovascular em adolescentes e adultos jovens tratados por leucemia linfocítica

Processo: 06/06162-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2007 - 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Gil Guerra Júnior
Beneficiário:Gil Guerra Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia pediátrica  Leucemia-linfoma linfoblástico de células precursoras  Obesidade  Doenças cardiovasculares  Síndrome metabólica 

Resumo

A Leucemia Linfocítica Aguda (LLA) apresenta alta prevalência na infância, alta frequência de sobreviventes e a obesidade como uma das complicações endócrinas mais freqüentes do seu tratamento. No entanto, o pouco conhecimento da etiopatogênese da obesidade como complicação da LLA e a alta associação entre obesidade, síndrome metabólica, resistência insulínica e risco cardiovascular, motivaram a realização deste estudo. O objetivo será determinar o risco cardiovascular em adultos jovens tratados de LLA na infância e a relação com a distribuição da gordura corporal, espessura da íntima-média das carótidas, presença de resistência insulínica, dislipidemia, antecedentes familiais e marcadores biológicos secretados pelos adipócitos. Serão analisados cerca de 20 pacientes até 25 anos de idade tratados por LLA na infância e fora de tratamento (quimio com ou sem radioterapia) há pelo menos dois anos, com avaliação normal da função gonadal, tireoideana e adrenal. O grupo de pacientes será comparado a um grupo controle sem doença oncológica prévia e pareados aos pacientes por idade, sexo e IMC. Serão avaliados: idade, sexo, idade de diagnóstico da LLA, idade de término do tratamento da LLA, tipo de tratamento, antecedentes familiais de obesidade, hipertensão arterial, diabetes e/ou doença cardiovascular, medidas atuais de peso, estatura, IMC, pressão arterial, cintura e quadril. A avaliação da composição corporal será feita por DEXA, a medida da gordura abdominal por tomografia computadorizada e a medida da espessura da íntima-média das carótidas por ultrassonografia. Serão dosados T4 livre, TSH-US, LH, FSH, estradiol ou testosterona, ACTH, hemograma completo, uréia, creatinina, ácido úrico, AST e ALT. Nos casos em que estes exames estiverem normais, serão também dosados hemoglobina glicada, glicose, insulina (cálculos de Glicose/Insulina, Índice de HOMA e Índice de QUICK), colesterol total e frações, triglicérides, IGF-I, IGFBP-3, leptina, adiponectina, resistina, visfatina, MCP-1, TNF-alfa;, IL-6, ácidos graxos livres, apolipoproteína A1, apolipoproteína B e proteína C reativa. Os dados serão armazenados em planilhas eletrônicas no SPSS versão 11.0. Quando possível (variáveis quantitativas), será feita análise descritiva dos dados, com cálculos de média, mediana e desvio-padrão. Pacientes e controles serão comparados pelo teste de Wilcoxon. Para a correlação entre 2 variáveis será utilizado o coeficiente de correlação de Spearman. O teste de Regressão Linear Simples será utilizado para verificar a associação do risco cardiovascular (obesidade central + resistência insulínica com ou sem dislipidemia com ou sem antecedente familial) e as demais variáveis. O nível de significância será de 5%. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIVIERO-MIACHON, ADRIANA APARECIDA; SPINOLA-CASTRO, ANGELA MARIA; DE MARTINO LEE, MARIA LUCIA; CALIXTO, ANTONIO RAMOS; GELONEZE, BRUNO; LAZARETTI-CASTRO, MARISE; GUERRA-JUNIOR, GIL. Visfatin is a positive predictor of bone mineral density in young survivors of acute lymphocytic leukemia. JOURNAL OF BONE AND MINERAL METABOLISM, v. 35, n. 1, p. 73-82, JAN 2017. Citações Web of Science: 2.
SIVIERO-MIACHON, ADRIANA APARECIDA; SPINOLA-CASTRO, ANGELA MARIA; DE MARTINO LEE, MARIA LUCIA; DE CASTRO MONTEIRO, CARLOS MANOEL; DE CAMARGO CARVALHO, ANTONIO CARLOS; CALIXTO, ANTONIO RAMOS; GELONEZE, BRUNO; GUERRA-JUNIOR, GIL. Subcutaneous adipose tissue plays a beneficial effect on subclinical atherosclerosis in young survivors of acute lymphocytic leukemia. VASCULAR HEALTH AND RISK MANAGEMENT, v. 11, p. 479-488, 2015. Citações Web of Science: 4.
SIVIERO-MIACHON, ADRIANA APARECIDA; SPINOLA-CASTRO, ANGELA MARIA; DE MARTINO LEE, MARIA LUCIA; ANDREONI, SOLANGE; GELONEZE, BRUNO; LEDERMAN, HENRIQUE; GUERRA-JUNIOR, GIL. Cranial radiotherapy predisposes to abdominal adiposity in survivors of childhood acute lymphocytic leukemia. RADIATION ONCOLOGY, v. 8, FEB 21 2013. Citações Web of Science: 9.
SIVIERO-MIACHON, ADRIANA APARECIDA; SPINOLA-CASTRO, ANGELA MARIA; GUERRA-JUNIOR, GIL. Adiposity in childhood cancer survivors: insights into obesity physiopathology. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 53, n. 2, p. 190-200, MAR 2009. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.