Busca avançada
Ano de início
Entree

Juventude brasileira: um estudo sobre os fatores de risco e proteção em adolescentes de baixa renda de cidade de Taubaté

Processo: 06/06789-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2007 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Marilza Terezinha Soares de Souza
Beneficiário:Marilza Terezinha Soares de Souza
Instituição-sede: Instituto Básico de Biociências (IBB). Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté , SP, Brasil
Assunto(s):Comportamento de risco  Adolescentes 

Resumo

Essa pesquisa tem por objetivo o levantamento do perfil sócio-demográfico numa amostra de adolescentes de baixa renda na cidade de Taubaté, e investigar os comportamentos de risco, fatores de risco e protetores presentes na vida desses adolescentes e suas famílias. Esse estudo é uma extensão da mesma pesquisa já realizada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre, Recife e em andamento nas cidades de Manaus, Brasília, Belo Horizonte, Campo Grande e Presidente Prudente. A pesquisa foi coordenada nas primeiras cidades por pesquisadores da UFRGS do Grupo de Trabalho "Desenvolvimento Humano em Situações de Risco Social e Pessoal". A expansão da pesquisa deu-se por interesse de outros pesquisadores pertencentes ao Grupo de Trabalho acima citado. A aplicação da pesquisa na cidade de Taubaté faz parte também de uma primeira atividade aliada a uma proposta de convênio entre a UNITAU e UNESP de Presidente Prudente. Participarão da amostra 268 adolescentes na faixa etária de 14 a 24 anos provenientes das regiões mais carentes da cidade de Taubaté. Será aplicado o mesmo questionário padronizado para as pesquisas acima citadas. Os resultados serão analisados quantativamente mediante estatística descritiva dos dados relacionados a trabalho, saúde, sexualidade, educação, fatores de risco, comportamentos de risco e fatores protetores, bem como a correlação entre as diversas variáveis incluindo, sexo, gênero e raça. Os resultados possibilitarão o conhecimento de quais as adversidades mais presentes na vida dos adolescentes, bem como os fatores e estratégias dos quais esses jovens se utilizam no enfrentamento e superação das situações de risco. Pretende-se com este mapeamento a análise comparativa com os resultados obtidos nas outras cidades, bem como a divulgação aos órgãos públicos e a proposição de programas e políticas sociais dirigidas a população dessa faixa etária. (AU)