Busca avançada
Ano de início
Entree

Seleção de fungos capazes de descolorir melaço de cana-de-açúcar

Resumo

Diversos processos industriais de fermentação, tais como produção de etanol, aminoácidos e leveduras utilizam melaço como matéria-prima, no entanto, o melaço, um subproduto da indústria açucareira, possui cor escura proveniente do processamento do caldo de cana para obtenção de açúcar. Este pigmento escuro é causado por compostos orgânicos de alto peso molecular provenientes da reação de escurecimento não enzimático entre os açúcares e os aminoácidos e recebe o nome de melanoidina. Pigmentos de melanoidina em resíduos industriais de melaço foram descoloridos por diferentes espécies de microrganismos, tais como o fungo basidiomiceto, o Phanerochaete chrysosporium, os fungos Geotrichum candidum e Aspergillus niger e bactérias acetogênicas, sugerindo que os microrganismos produziram enzimas extracelulares capazes de descolorir pigmentos de melanoidina. Estes fungos possuem um sistema enzimático extracelular não específico e não estereoseletivo que os torna capazes de utilizar fontes complexas de carbono, sendo assim responsáveis pela degradação da celulose, hemicelulose e da lignina em moléculas menores até CO2 e H2O; este sistema enzimático é o mesmo que degrada uma variedade de compostos como corantes, pigmentos, pesticidas, resíduos industriais e outros, o que lhes confere um alto potencial de ação para degradação de efluentes coloridos e recuperação de ambientes. Este trabalho visa selecionar fungos capazes de descolorir melaço de cana de açúcar. (AU)