Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional e estrutural de inibidores de fosfolipases A2 isolados do plasma de serpente Bothrops Jararacussu

Processo: 07/00958-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2007 - 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Andreimar Martins Soares
Beneficiário:Andreimar Martins Soares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas  Venenos de serpentes  Fosfolipases A2  Caracterização molecular 

Resumo

As Fosfolipases A2 constituem um dos principais componentes dos venenos de serpentes do gênero Bothrops e tem sido estudado não somente por causa de sua presença em grande quantidade, mas principalmente devido aos diversos efeitos fisiopatológicos em que está envolvida, miotoxicidade, toxicidade, indução de edema, neurotoxicidade, entre outros. Existem diversos inibidores naturais de Fosfolipases A2 de origem animal e vegetal. Os inibidores de Fosfolipases A2 isolados e caracterizados de plasmas e/ou soros de serpentes, denominados de PLIs tornaram-se importantes alvos de pesquisa, devido suas possíveis aplicações biotecnológicas, na busca de novos fármacos de interesse na clínica-médica e científica. O principal objetivo deste projeto é realizar a caracterizações bioquímica, farmacológica e estrutural de inibidores naturais de Fosfolipases A2 do tipo alfa e gama, isolados do plasma da espécie Bothrops jararacussu. Para tanto, será realizado: 1- isolamento e a caracterização bioquímica destes inibidores; 2-caracterização funcional e propriedades inibitórias (atividades enzimáticas, farmacológicas e especificação de inibição de Fosfolipases A2) e 3-caracterização estrutural (clonagem seqüenciamento dos cDNAs e análise das estruturas secundárias). Desta forma estaremos tentando entender melhor a aplicação destes inibidores como novo modelo terapêutico com ação antiofídica na neutralização de diferentes tipos de Fosfolipases A2, na suplementação da soroterapia convencional e na interação molecular com Fosfolipases A2, como possíveis modelos terapêuticos para a melhor compreensão dos mecanismos de ações que envolvem estas enzimas multifuncionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.