Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre cárie precoce da infância e variáveis clínicas, bioquímicas, microbiológicas, ambientais e comportamentais em pré-escolares de 36 meses

Resumo

A cárie precoce da infância é definida como a presença de uma ou mais superfícies dentais cariadas (cavitadas ou não), perdidas ou obturadas (ceo-s) em pré-escolares com idade inferior a 06 anos. Levantamentos epidemiológicos têm mostrado que no Brasil a cárie precoce da infância (CPI) apresenta-se como um problema de saúde pública com prevalência bastante alta, que varia de 24,2 a 43,4%. A análise da literatura evidencia que a despeito de existir um extenso número de trabalhos que tenham abordado o assunto em questão, nenhum deles analisou simultaneamente todos os fatores envolvidos na etiologia da cárie precoce da infância. Assim o presente projeto de pesquisa terá como objetivos determinar a prevalência da cárie precoce da infância em pré-escolares de 36 meses, como também, avaliar a composição bioquímica e microbiológica do biofilme dentário destas crianças e os fatores ambientais e comportamentais que podem exercer influência neste padrão de cárie. A amostra será constituída de 150 crianças, de ambos os sexos, que frequentam creches e pré-escolas municipais na cidade de Itatiba-SP. As crianças serão submetidas a exame clínico para determinação do índice de cárie, incluindo as lesões iniciais, e à coleta de biofilme para análise das variáveis bioquímicas e microbiológicas. Os responsáveis deverão preencher um questionário para a obtenção dos dados relacionados às variáveis ambientais e comportamentais. Na análise bioquímica do biofilme dentário serão determinados cálcio, flúor, fósforo e polissacarídeo solúvel em álcali através dos respectivos métodos: espectrofotometria de absorção atômica, um eletrodo íon-seletivo e colorimetria. Essas variáveis serão expressas em função do peso seco de biofilme. Técnicas quantitativas de cultura microbiológica serão utilizadas para determinar o número de Streptococus mutans. Os resultados da prevalência serão expressos em porcentagem e médias do índice de cárie. Os demais dados obtidos serão analisados estatisticamente por análise de regressão logística múltipla com um intervalo de confiança de 95%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PARISOTTO, THAIS M.; STEINER-OLIVEIRA, CAROLINA; DE SOUZA-E-SILVA, CINTIA M.; PERES, REGINA C. R.; RODRIGUES, LIDIANY K. A.; NOBRE-DOS-SANTOS, MARINES. Assessment of cavitated and active non-cavitated caries lesions in 3-to 4-year-old preschool children: a field study. International Journal of Paediatric Dentistry, v. 22, n. 2, p. 92-99, MAR 2012. Citações Web of Science: 9.
PARISOTTO, THAIS MANZANO; STEINER-OLIVEIRA, CAROLINA; DUQUE, CRISTIANE; ROCHA PERES, REGINA CELIA; AZEVEDO RODRIGUES, LIDIANY KARLA; NOBRE-DOS-SANTOS, MARINES. Relationship among microbiological composition and presence of dental plaque, sugar exposure, social factors and different stages of early childhood caries. ARCHIVES OF ORAL BIOLOGY, v. 55, n. 5, p. 365-373, MAY 2010. Citações Web of Science: 47.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.