Busca avançada
Ano de início
Entree

Condições de vida e saúde de idosos nipo-brasileiros institucionalizados na Região Metropolitana de São Paulo no centenário da imigração japonesa

Processo: 07/01732-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2007 - 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Helena Akemi Wada Watanabe
Beneficiário:Helena Akemi Wada Watanabe
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geriatria  Idosos  Nipo-brasileiros 

Resumo

Durante o último século, imigrantes japoneses se estabeleceram no Brasil formando a maior colônia japonesa no mundo. Apesar de tradicionalmente o cuidado com os idosos se dar na família, mudanças ocorridas no modo de vida (predominantemente rural para urbana), a migração para as cidades, a diminuição no tamanho das famílias, o ingresso das mulheres no mercado de trabalho e o fenômeno dekassegui ocorrido nas últimas décadas, levou à institucionalização de alguns idosos japoneses e seus desendentes. Decorridos 100 anos do início da imigração japonesa, a sua integração à sociedade brasileira é fato. Muitas instituições que atendem idosos foram organizadas segundo afinidades culturais, já que linguagem, costumes, hábitos alimentares e até mesmo festas são próprias de cada país por serem aspectos importantes para o bem estar de seus residentes. Este estudo tem por objetivo traçar um perfil dos residentes e das ILPI filantrópicas da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) que atendem principalmente idosos japoneses e seus descendentes, comparando-o ao de idosos residentes em ILPI filantrópicas que não atendem preferencialmente essa população. Metodologia: Em levantamento realizado junto a associações culturais e assistenciais nipo-brasileiras sediadas no município de São Paulo, verificamos que há 4 ILPI que atendem cerca de 200 nipo-brasileiros nos seguintes municípios: Guarulhos, Suzano e Ferraz de Vasconcelos. Para a comparação com instituições em que não residem nipo-brasileiros, serão selecionadas 3 dentre as filantrópicas localizadas na RMSP, identificadas na pesquisa em andamento "Instituições de Longa Permanência para Idosos - ILPIs no Brasil: Tipologia e proposta de modelo básico de assistência multimensional". As informações sobre as instituições serão obtidas através de levantamento bibliográfico, entrevistas aos administradores e/ou responsáveis técnicos das instituições. As informações sobre os idosos serão obtidas através de levantamento de prontuários respeitadas as diretrizes da Res. CNS 196/96 sobre Pesquisa com Seres Humanos. Os dados comporão relatório sobre as instituições e banco de dados sobre os residentes que serão analisados comparativamente com a utilização do programa estatístico EPIINFO e nível de significância de 5%. (AU)