Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do comportamento clínico de um cimento de ionômero de vidro de alta viscosidaade empregado em abordagem restauradora conservadora (art modificada): resultados de 10 anos

Processo: 07/04276-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Maria Fidela de Lima Navarro
Beneficiário:Maria Fidela de Lima Navarro
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Cimentos dentários  Cimentos de ionômeros de vidro  Restauração dentária  Cárie dentária  Saúde bucal  Gestantes 

Resumo

Em 1997 foi realizado um estudo abordando o impacto de um programa de saúde bucal direcionado a gestantes com alta atividade de cárie sobre sua saúde bucal e a de seus filhos. Neste estudo 81 gestantes (CPOS médio 14.0) foram divididas em grupo experimental e controle. No grupo experimental foram inseridas 417 restaurações de cimento de ionômero de vidro (Fuji IX GC Dental Co), sendo 143 restaurações Classe I, 107 Classe II, 138 Classe III, 5 Classe IV e 24 Classe V). No grupo Controle foram realizadas 213 restaurações posteriores com cimento de óxido de zinco e eugenol reforçado (IRM Dentsply) e 127 restaurações Classes III, IV e V com resina composta Fill Magic - Vigodent. Após 2 anos, o percentual de sucesso das restaurações de ionômero de vidro variou de 77,1 a 92,5, dependendo do tipo e tamanho da cavidade. Não foi observada diferença estatística entre o comportamento clínico das restaurações de resina composta (taxa cumulativa de sucesso 93,6%) e as de cimento de ionômero de vidro (90,6%) ). No grupo experimental empregou-se a técnica restauradora atraumática (ART) modificada, pois, quando necessário o acesso a lesões dentinárias foi realizado com instrumento rotatório.Atualmente estudos realizados em populações de baixo risco a cárie asseguram o bom desempenho clínico da técnica restauradora atraumática por um período de três anos em dentes permanentes, com resultados similares ao alcançado com restaurações de amálgama. Porém, pelo fato da técnica ter sido desenvolvida recentemente, estudos clínicos com maior duração são raros e limitados a cavidades de uma superfície. Há necessidade de novas investigações confirmatórias ou contraditórias aos achados atuais que possam validar ou limitar a aplicação da abordagem atraumática a restaurações mais extensas e/ou populações com características distintas ou mesmo como opção economicamente viável inserida nos serviços públicos e assistenciais. Adicionalmente Van Duinen (34) e colaboradores observaram que o cimento de ionômero de vidro adjacente à estrutura dentária e em contato com a saliva frequentemente se altera em um material com superior resistência ao corte e conteúdos de cálcio e fosfato significativamente maiores do que os presentes no cimento recém inserido. Esta camada com características morfológicas e estruturais superiores foi denominada de pseudo enamel; e pôde ser detectada somente após períodos de uso clínico superiores a 2 anos. Segundo os autores esta camada aumenta de espessura com o tempo e torna a interface praticamente imperceptível, indicando um processo de trocas iônicas contínuas que, em analogia ao processo de remineralização, reforçaria o cimento ionomérico.Portanto este estudo oportuniza a avaliação do desempenho clínico de um cimento de ionômero de vidro empregado há dez anos em um número significativo de restaurações de diferentes amplitudes inseridas através do modelo restaurador atraumático em dentição permanente de pacientes de alto risco à carie. Além de permitir a possível confirmação da formação do pseudo enamel através de análise sob microscopia de varredura, pretende-se também avaliar a auto-percepção das pacientes em relação ao tratamento restaurador e seu impacto sobre a qualidade de vida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANATA, REGIA LUZIA; MAGALHAES, ANA CAROLINA; PEREIRA LAURIS, JOSE ROBERTO; ATTA, MARIA TERESA; WANG, LINDA; DE LIMA NAVARRO, MARIA FIDELA. Microhardness and chemical analysis of high-viscous glass-ionomer cement after 10 years of clinical service as ART restorations. Journal of Dentistry, v. 39, n. 12, p. 834-840, DEC 2011. Citações Web of Science: 14.
ZANATA, REGIA LUZIA; FAGUNDES, TICIANE CESTARI; CARVALHO DE ALMENDRA FREITAS, MARIA CRISTINA; PEREIRA LAURIS, JOSE ROBERTO; DE LIMA NAVARRO, MARIA FIDELA. Ten-year survival of ART restorations in permanent posterior teeth. CLINICAL ORAL INVESTIGATIONS, v. 15, n. 2, p. 265-271, APR 2011. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.