Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação do receptor tipo 2 ativado por protease (PAR2) com a doença periodontal em humanos

Processo: 07/50665-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Marinella Holzhausen Caldeira
Beneficiário:Marinella Holzhausen Caldeira
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais  Periodontite  Inflamação  Receptor ativado por protease do tipo 2 

Resumo

A associação do receptor tipo 2 ativado por protease (PAR2) com a periodontite, uma inflamação crônica oral que leva à perda óssea e subseqüente perda do elemento dental, foi primeiramente sugerida por estudos in vitro os quais demonstraram que osteoblastos, células epiteliais orais e fibroblastos gengivais humanos expressam o PAR2. Além disso, observou-se que a aplicação local de um agonista seletivo do PAR2 (SLIGRL) causa infiltração granulocítica gengival e periodontite em ratos. Ainda, camundongos deficientes em PAR2 (PAR2-/-), apresentam menor inflamação decorrente de infecção por Porphyromonas gingivalis. Contudo, não há na literatura nenhum estudo em humanos demonstrando a associação do PAR2 com as doenças periodontais. Desta forma, neste presente estudo, será avaliada a correlação entre a expressão do PAR2 (RT-PCR) em neutrófilos presentes no fluido crevicular com a gravidade da periodontite crônica em humanos. Será realizada análise imunológica do fluido crevicular com relação aos níveis de diferentes mediadores pró-inflamatórios, TNF-α, ILI-α, IL-6 e IL-8, os quais serão determinados, por meio de testes imunoenzimáticos (ELISA). A avaliação da atividade proteolítica, tipo tripsina, presente no fluído crevicular, será mensurada através do uso de um substrato específico para serine-proteases (BApNA). A presença de possíveis ativadores do PAR2 será determinada através da análise da expressão de proteinase-3 pelos neutrófilos creviculares (RT-PCR) e presença do patógeno. Porphyromonas gingivalis (por técnica de PCR). Como resultado final deste estudo, espera-se observar uma correlação positiva entre a expressão do PAR2 e a gravidade da doença periodontal, avaliada clínica e imunologicamente. Além disso, espera-se encontrar elevados níveis de atividade proteolítica no fluído, mais especificamente, presença de proteinase-3 do neutrófilo e da bactéria Porphyromonas gingivalis, produtora da gingipaína. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, ALEXANDRE LUSTOSA; HOLZHAUSEN, MARINELLA; NOBRE FRANCO, GILSON CESAR; CORTELLI, SHEILA CAVALCA; CORTELLI, JOSE ROBERTO. Human beta-defensin 2 and protease activated receptor-2 expression in patients with chronic periodontitis. ARCHIVES OF ORAL BIOLOGY, v. 57, n. 12, p. 1609-1614, DEC 2012. Citações Web of Science: 13.
HOLZHAUSEN, MARINELLA; BALEJO, RODRIGO D. P.; LARA, GUILHERME M.; CORTELLI, SHEILA C.; SAAD, WILSON A.; CORTELLI, JOSE R. Nafamostat mesilate, a potent tryptase inhibitor, modulates periodontitis in rats. CLINICAL ORAL INVESTIGATIONS, v. 15, n. 6, p. 967-973, DEC 2011. Citações Web of Science: 7.
FAGUNDES, JOSE AMERICO G.; MONOO, LETICIA D.; EUZEBIO ALVES, VANESSA TUBERO; PANNUTI, CLAUDIO MENDES; CORTELLI, SHEILA CAVALCA; CORTELLI, JOSE ROBERTO; HOLZHAUSEN, MARINELLA. Porphyromonas Gingivalis is Associated With Protease-Activated Receptor-2 Upregulation in Chronic Periodontitis. Journal of Periodontology, v. 82, n. 11, p. 1596-1601, NOV 2011. Citações Web of Science: 20.
HOLZHAUSEN, M.; CORTELLI, J. R.; ARAUJO DA SILVA, V.; NOBRE FRANCO, G. C.; CAVALCA CORTELLI, S.; VERGNOLLE, N. Protease-activated Receptor-2 (PAR(2)) in Human Periodontitis. JOURNAL OF DENTAL RESEARCH, v. 89, n. 9, p. 948-953, SEP 2010. Citações Web of Science: 29.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.