Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição, taxa de entrada, composição química e identificação de fontes de "plastic pellets" nas praias da Enseada de Santos, SP, Brasil

Processo: 07/51924-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2007 - 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia
Pesquisador responsável:Alexander Turra
Beneficiário:Alexander Turra
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Gerenciamento costeiro  Indicadores ambientais  Degradação ambiental  Poluição ambiental  Resíduos sólidos  Praias 

Resumo

Uma das grandes preocupações ambientais atuais está relacionada à poluição marinha. Dentre os vários poluentes que ameaçam este sensível ambiente estão os plásticos, um material em crescente utilização na sociedade moderna e que é extremamente prejudicial ao meio ambiente devido à sua resistência à degradação. A matéria prima plástica é comercializada em forma de "pellets", grânulos com cerca de 5 mm de diâmetro, que estão sendo levados em grandes quantidades ao ambiente marinho, devido a perdas nas etapas de produção, transporte e/ou transformação em bens de consumo, pelos rios ou sistemas de esgoto ou de drenagem de águas pluviais. No ambiente, os pellets podem permanecer flutuando por longos períodos ou vão se acumular em praias arenosas causando impactos ambientais, econômicos e estéticos. Como no Brasil não há registros sobre a ocorrência destes pellets, o presente projeto configura-se como um estudo básico, porém estratégico, para o entendimento da contaminação do ambiente costeiro. Assim, este projeto utilizará as praias da Enseada de Santos, litoral de São Paulo, como uma área piloto para se compreender os padrões de distribuição ao longo e ao largo da praia e em profundidade no sedimento e se identificar sua composição química e taxa de entrada na praia. Com estas informações será possível definir um método de amostragem quantitativo para se comparar diferentes tipos de praia e compreender o real impacto deste tipo de resíduo sólido na costa paulista e brasileira. As fontes de emissão dos pellets serão mapeadas de forma que poderão ser discutidas medidas corretivas entre os atores envolvidos (empresas, órgãos ambientais e sociedade) para reduzir o aporte destes pellets para o ambiente marinho. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TURRA, ALEXANDER; MANZANO, ARUANA B.; DIAS, RODOLFO JASAO S.; MAHIQUES, MICHEL M.; BARBOSA, LUCAS; BALTHAZAR-SILVA, DANILO; MOREIRA, FABIANA T. Three-dimensional distribution of plastic pellets in sandy beaches: shifting paradigms. SCIENTIFIC REPORTS, v. 4, MAR 27 2014. Citações Web of Science: 66.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.