Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de biomarcadores para determinacao de chumbo e sua correlacao com polimorfismos geneticos - enfase no uso da biopsia de esmalte para deteccao de grupos de criancas expostas ao chumbo no brasil.

Processo: 07/54065-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2007 - 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Raquel Fernanda Gerlach
Beneficiário:Raquel Fernanda Gerlach
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dente decíduo  Polimorfismo genético  Chumbo  Anemia 

Resumo

A exposição ambiental ao chumbo é uma das questões mais sérias de contaminação de populações do ponto de vista de saúde pública, pois, mesmo em pequenas quantidades, o chumbo pode causar mudanças bioquímicas e neurológicas, como retardo mental, convulsões, paralisia cerebral e hiperatividade. No Brasil, não existe programa nacional para detecção de crianças contaminadas por este metal. Além disso, há poucos dados sobre exposição ao chumbo e, os que existem, resultam de coletas esporádicas e amostras relativamente pequenas de indivíduos. Em alguns trabalhos de nosso grupo de pesquisa, demonstramos que também no Brasil as crianças estão expostas a níveis mais altos de chumbo em alguns ambientes, particularmente em regiões industrializadas de cidades. Aos nossos olhos, esses dados indicam a necessidade de se estudar formas de implementar no Brasil medidas de verificação da contaminação por chumbo em crianças. Os trabalhos que comprovaram a associação entre exposição ambiental a chumbo no passado e problemas no desenvolvimento neurológico utilizaram dentina de dentes decíduos como tecido marcador da exposição a chumbo. Isso mostra que até o momento, o dente decíduo é o melhor marcador da exposição ambiental ao chumbo. O presente projeto visa justamente responder algumas questões técnicas quanto aos níveis de chumbo encontrados nos dentes e a correlação destes com níveis de chumbo nos diferentes fluidos corporais e variantes genéticas de alguns genes associados a variações descritas dos níveis de chumbo no sangue, além de proporcionar dados sobre os níveis de chumbo encontrados em dentes de um grande número de crianças. Acreditamos que a determinação de chumbo em dentes possa contribuir decisivamente para estimar o grau de exposição das crianças brasileiras ao chumbo. Por isso, os objetivos deste trabalho são: a) estudar a concentração de chumbo da população do Bairro Campos Elíseos de Ribeirão Preto, nos mais promissores biomarcadores descritos até o momento; b) determinar anemia e outros parâmetros de células sanguíneas; c) correlacionar anemia com polimorfismo genético da ALAD e polimorfismo do VDR; correlacionar os níveis de chumbo em diferentes biomarcadores de um indivíduo com anemia e genótipo da ALAD e VDR; e) examinar, por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Microscopia de Polarização, a morfologia do esmalte de dentes decíduos após a realização de biópsias de esmalte e, f) comparar as concentrações de chumbo em diferentes camadas do esmalte dentário e na dentina (interna) e circumpulpar em dentes decíduos coletados de diferentes regiões com diferentes históricos de poluição ambiental: 1-Santo Amaro da Purificação (BA); 2-Cubatão (SP); 3-Ribeirão Preto (SP); e 4-Mato Leitão (RS). (AU)