Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação da via do óxido nítrico da regulação da histerese da frequência cardíaca em lagartos

Processo: 07/54113-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2007 - 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Kênia Cardoso Bícego
Beneficiário:Kênia Cardoso Bícego
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):09/00806-0 - Participação da via do óxido nítrico da regulação da histerese da frequência cardíaca em lagartos, BP.TT
Assunto(s):Sistema nervoso central 

Resumo

A regulação da temperatura corporal (Tc) de répteis, sendo animais ectotérmicos, ocorre principalmente por alterações comportamentais. Entretanto, estes animais são capazes de aumentar a eficiência das trocas de calor com o meio ambiente por meio de ajustes de fluxo sanguíneo periférico e da freqüência cardíaca, fenômeno conhecido como histerese da freqüência cardíaca (FC). Esse fenômeno consiste em maiores valores de FC durante o aquecimento do que durante o resfriamento em uma determinada faixa de temperaturas. Os mecanismos fisiológicos envolvidos nestas respostas autonômicas e comportamentais ainda são muito pouco conhecidos e não existe nenhum dado sobre o papel do sistema nervoso central (SNC) neste controle. Vários estudos indicam que, pelo menos em mamíferos, o neurotransmissor gasoso óxido nítrico (NO), via aumento da concentração intracelular de GMP cíclico (GMPc), apresenta uma importante função neuromoduladora no controle cardiovascular e na regulação da Tc. Diante disso, o objetivo desse projeto será testar a hipótese que a via NO/GMPc no SNC, participa no desenvolvimento da histerese da freqüência cardíaca no lagarto Tupinambis merianae, por meio da ativação da isoforma neuronial da NO sintase (NOS; enzima responsável pela síntese de NO). Para isso, os animais serão submetidos ao aquecimento e ao resfriamento e a Tc, a freqüência cardíaca e a pressão arterial serão medidas antes e após micro-injeções intracerebroventriculares de: 1) inibidor não seletivo de NOS, L-NMMA; 2) inibidor seletivo de NOS neuronial, SMTC e 3) inibidor de proteína quinase dependente de GMPc, rp-cGMPS. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZENA, LUCAS A.; DANTONIO, VALTER; GARGAGLIONI, LUCIANE H.; ANDRADE, DENIS V.; ABE, AUGUSTO S.; BICEGO, KENIA C. Winter metabolic depression does not change arterial baroreflex control of heart rate in the tegu lizard Salvator merianae. Journal of Experimental Biology, v. 219, n. 5, p. 725-733, MAR 1 2016. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.