Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sensores eletroquímicos e piezoelétricos para ciência forense: determinação de cocaína e delta-9-tetraidrocanabiol

Processo: 07/54204-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2008 - 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Marcelo Firmino de Oliveira
Beneficiário:Marcelo Firmino de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Sensores eletroquímicos  Cocaína  Entorpecentes  Cocaína crack  Química forense 

Resumo

O aumento nos índices de criminalidade decorrente de atividades ligadas ao tráfico de drogas tem afetado de maneira drástica a qualidade de vida do ser humano. No contexto da segurança pública, um maior apoio ao combate ao tráfico de drogas e à criminalidade de uma maneira geral pode ser obtido, por exemplo, investindo-se na pesquisa e desenvolvimento de equipamentos de detecção do tipo sensores, para as espécies entorpecentes comumente apreendidas, como maconha e cocaína. A análise instrumental destas espécies, realizada comumente por métodos cromatográficos, embora ofereça LDs em torno de 1 ng mL-1, está limitada à dosagem de amostras previamente apreendidas, não sendo observado atualmente nenhum dispositivo portátil para a detecção das espécies em locais de crime, visando-se a obtenção de um auxílio importante ao combate ao narcotráfico. Embora atualmente os únicos sensores de detecção de drogas utilizados em locais de crime no Brasil sejam constituídos por cães farejadores, os mesmos apresentam desvantagens intrínsecas, tais como possibilidade de alarmes falsos, decorrentes de odores de interesse não-policial, bem como as dificuldades relacionadas ao tratamento e acondicionamento destes animais. Assim, este projeto visa desenvolver metodologias eletroanalíticas alternativas para a análise de traços das espécies cocaína e D-9-THC (princípio ativo mais potente da maconha), bem como, desenvolver sensores piezoelétricos para a análise das mesmas em fase gasosa, visando-se a obtenção de dispositivos eletrônicos para a detecção destas espécies em campo, sendo utilizada a metodologia de inserção de ligantes químicos específicos na superfície eletródica/piezoelétrica mediante deposição química ou mecânica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BALBINO, MARCO ANTONIO; TELES DE MENEZES, MATHEUS MANOEL; ELEOTERIO, IZABEL CRISTINA; SACZK, ADELIR APARECIDA; OKUMURA, LEONARDO LUIZ; TRISTAO, HELOISA MARIA; DE OLIVEIRA, MARCELO FIRMINO. Voltammetric determination of Delta(9)-THC in glassy carbon electrode: An important contribution to forensic electroanalysis. Forensic Science International, v. 221, n. 1-3, p. 29-32, SEP 10 2012. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

SISTEMA ELETROQUÍMICO PARA A DETECÇÃO DE COCAÍNA E MÉTODO PARA A DETECÇÃO DE COCAÍNA UTILIZANDO O REFERIDO SISTEMA BR1020120216116 - Universidade de São Paulo (USP) . Laura Siqueira de Oliveira; Marcelo Firmino de Oliveira; Yuri Alexandre Pepe de Andrade - 28 de agosto de 2012