Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação genética da resistência a inseticidas organofosforados e piretróides na mosca praga da pecuária Cochliomya hominivorax (Diptera: Calliphoridae)

Processo: 07/54431-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2007 - 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Ana Maria Lima de Azeredo-Espin
Beneficiário:Ana Maria Lima de Azeredo-Espin
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Calliphoridae  Cochliomyia hominivorax  Miíase  Resistência a inseticidas  Inseticidas piretroides  Inseticidas organofosforados 

Resumo

A Cochliomyia hominivorax (Coquerel), da família Calliphoridae, conhecida no Brasil como mosca da bicheira, é considerada uma das mais importantes moscas causadoras de miíases primarias na região Neotropical. Os prejuízos econômicos causados por esta espécie provêem da redução na produção de leite, na perda de peso, na qualidade do couro, e da mortalidade de animais recém nascidos. A principal forma de controle de C. hominivorax em sua atual distribuição geográfica é realizada através da aplicação de inseticidas. No entanto, há muitos obstáculos relacionados ao uso dessas drogas devido aos riscos de gerar efeitos tóxicos para animais, selecionar parasitas resistentes, deixar resíduos na carne e no leite, e de contaminar o ambiente. Os mecanismos da resistência a inseticidas envolvem predominantemente a alteração da sensibilidade do sítio alvo tornando-o menos suscetível à ação do inseticida, ou a desintoxicação metabólica do inseticida antes de atingir o sítio alvo. Sendo assim, esse projeto de investigação genética da resistência em C. hominivorax pretende identificar indivíduos mutantes resistentes a inseticidas organofosforados (OP) e piretróides, através da caracterização do gene da carboxilesterase E3, que degrada inseticida OP, e de uma região do gene do canal de sódio, que devido a algumas mutações (kdr e super kdr), torna o sítio alvo insensível aos inseticidas piretróides. Além disso, será realizada a identificação de genes diferencialmente expressos entre linhagens suscetível e resistente a inseticida OP, o qual vem sendo usado para controle da C. hominivorax há mais tempo no Brasil. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, NORMA MACHADO; DE CARVALHO, RENATO ASSIS; LIMA DE AZEREDO-ESPIN, ANA MARIA. Acetylcholinesterase cDNA sequencing and identification of mutations associated with organophosphate resistance in Cochliomyia hominivorax (Diptera: Calliphoridae). Veterinary Parasitology, v. 177, n. 1-2, p. 190-195, APR 19 2011. Citações Web of Science: 3.
DE CARVALHO, RENATO ASSIS; GOMEZ LIMIA, CINTIA ELIZABETH; BASS, CHRIS; LIMA DE AZEREDO-ESPIN, ANA MARIA. Changes in the frequency of the G137D and W251S mutations in the carboxylesterase E3 gene of Cochliomyia hominivorax (Diptera: Calliphoridae) populations from Uruguay. Veterinary Parasitology, v. 170, n. 3-4, p. 297-301, JUN 24 2010. Citações Web of Science: 3.
DA SILVA, N. M.; DE AZEREDO-ESPIN, A. M. L. Investigation of mutations associated with pyrethroid resistance in populations of the New World Screwworm fly, Cochliomyia hominivorax (Diptera: Calliphoridae). Genetics and Molecular Research, v. 8, n. 3, p. 1067-1078, 2009. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.