Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação da presença de neoangiogênese entre portadores de Policitemia Vera JAK2V617F, mielofibrose primária e controles

Processo: 07/55948-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2007 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Lopes Ferrari Chauffaille
Beneficiário:Maria de Lourdes Lopes Ferrari Chauffaille
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Policitemia vera  Angiogênese 

Resumo

Neoangiogênese ou angiogênese tumoral designa a formação de vasos sangüíneos patrocinada por tumores, com o intuito de criar um substrato necessário para seu crescimento e progressão. É mecanismo de importância prognóstica comprovada em vários tumores sólidos e em algumas neoplasias hematológicas, como mieloma múltiplo, leucemias agudas e mielofibrose primária (MFP). O conhecimento deste fenômeno em portadores de policitemia vera (PV) ainda é incipiente, com poucos estudos na literatura. Pretendemos com o presente estudo avaliar a neoangiogênese em portadores de policitemia vera JAK2 V617F, comparando-a com aquela observada em portadores de MFP, nos quais está presumidamente aumentada, e com controles normais, nos quais está presumidamente ausente. Serão incluídos no estudo pacientes com diagnósticos de PV e MFP, conforme critérios da OMS. Serão excluídos pacientes com mielofibrose secundária a causas reacionais ou associada à síndrome mielodisplásica e à leucemia mielóide crônica (a análise citogenética, tanto convencional quanto por FISH, será importante nesta distinção). A avaliação da neoangiogênese será realizada pela quantificação da microdensidade vascular e pela intensidade da expressão de CD34 em cortes histológicos de medula óssea. Fatores pró-angiogênicos também serão avaliados em cortes histológicos de medula óssea (VEGF) e no soro (VEGF, bFGF), bem como HIF-1alfa, fator implicado no controle da expressão de produtos gênicos que controlam a angiogênese (imuno-histoquímica em cortes histológicos de medula óssea; expressão de mRNA em amostras de medula óssea). A intensidade da angiogênese observada será relacionada com aspectos clínicos da doença (p.ex.: trombose, progressão para mielofibrose ou leucemia aguda), alterações laboratoriais, aspectos histológicos e sobrevida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PONCE, CESAR CILENTO; CHAUFFAILLE, MARIA DE LOURDES F.; IHARA, SILVIA SAIULI M.; SILVA, MARIA REGINA R. MPL immunohistochemical expression as a novel marker for essential thrombocythemia and primary myelofibrosis differential diagnosis. Leukemia Research, v. 36, n. 1, p. 93-97, JAN 2012. Citações Web of Science: 2.
LEONARDO CAIRES DOS SANTOS; JULIANA CORRÊA DA COSTA RIBEIRO; NEUSA PEREIRA SILVA; JANETE CERUTTI; MARIA REGINA REGIS DA SILVA; MARIA DE LOURDES LOPES FERRARI CHAUFFAILLE. Cytogenetics, JAK2 and MPL mutations in polycythemia vera, primary myelofibrosis and essential thrombocythemia. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v. 33, n. 6, p. 417-424, Dez. 2011.
PONCE‚ C.C.; DE LOURDES F. CHAUFFAILLE‚ M.; IHARA‚ S.S.M.; SILVA‚ M.R.R. The relationship of the active and latent forms of TGF-β1 with marrow fibrosis in essential thrombocythemia and primary myelofibrosis. MEDICAL ONCOLOGY, p. 1-8, 2011.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.