Busca avançada
Ano de início
Entree

Valor nutricional de frações de milho segregadas pela mesa gravimétrica e sua utilização na formulação de rações para frangos de corte

Resumo

Este projeto será realizado com o objetivo de avaliar o valor nutricional de frações de milho de diferentes densidades separadas pela mesa gravimétrica e seu uso na alimentação de frangos nas fases inicial e final; adicionalmente, será estudada a qualidade dessas frações ao longo do armazenamento e a possível contaminação por micotoxinas. Serão realizados três ensaios de metabolismo utilizando o método tradicional de coleta total de excretas com frangos de corte em diferentes idades, alojados em baterias metálicas, dois experimentos de desempenho e um experimento para verificar os efeitos do armazenamento do milho na qualidade e na incidência de micotoxinas. Os ensaios objetivarão determinar a energia metabolizável aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) das diferentes frações de milho (MDT - milho de densidade total, que é o milho original antes da estratificação; MDA - milho de densidade alta; MDI - milho de densidade intermediária e MDB - milho de densidade baixa). O primeiro ensaio de metabolismo será conduzido com pintos de 11 a 17 dias de idade. O segundo ensaio será realizado com aqueles de 23 a 29 dias de idade e o terceiro ensaio será com as aves com 35 a 41 dias de idade. Nas dietas experimentais, cada fração de milho avaliado substituirá a ração referência em 40%. Os valores determinados de EMAn serão comparados com os estimados através de equações de predição estabelecidas na literatura. Serão conduzidos dois experimentos de desempenho em que será verificado o efeito das frações de milho de diferentes densidades nas fases inicial (1 a 21 dias) e final (35 a 42 dias). No experimento I, as aves receberão rações formuladas com milho de diferentes densidades até 21 dias, seguidas de uma ração comum a todos os tratamentos. No experimento II, as aves receberão uma mesma ração até os 35 dias e rações com as diferentes frações de milho de 35-42 dias de idade. Esta estratégia permitirá definir o uso mais adequado para as frações de milhos obtidas na mesa gravimétrica. Após 8 meses de armazenamento serão feitas determinações de aflatoxina, fumonisina, zearalenona, deoxinivalenol, ocratoxina e T-2 paralelamente a avaliações de umidade, atividade-água e peso hectolítrico nas diferentes frações de milho. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)