Busca avançada
Ano de início
Entree

Sazonalidade cambial, tecidos vasculares e de proteção em espécies do cerrado paulista

Processo: 09/17778-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Carmen Regina Marcati
Beneficiário:Carmen Regina Marcati
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):11/05704-0 - Sazonalidade cambial, tecidos vasculares e de proteção em espécies do cerrado paulista, BP.TT
Assunto(s):Anatomia vegetal  Plantas arbustivas  Árvores florestais  Cascas (planta)  Fenologia  Cerrado 

Resumo

O estudo será realizado em espécies arbustivas e arbóreas do cerrado paulista, subdividido em dois módulos: i) atividade cambial e produção do xilema e floema secundários; ii) padrões morfológicos da casca. O primeiro módulo será realizado em dez espécies que foram selecionadas por apresentarem camadas de crescimento bem demarcadas no lenho, a saber: Annona coriacea Mart. (Annonaceae), Gochnatia barrosi Cabrera e Piptocarpha rotundifolia Baker (Asteraceae), Diospyrus hispida DC. (Ebenaceae), Bowdichia virgilioides Kunth., Machaerium villosum Vog. e Acosmium subelegans Mohlenbr. (Fabaceae-Faboideae), Byrsonima verbascifolia DC. (Malpighiaceae), Roupala montana Aubl. (Proteaceae), Pouteria torta Radlk. (Sapotaceae). A atividade cambial será analisada juntamente com a fenologia foliar das espécies e com as variações climáticas da região de estudo. O segundo módulo propõe o inventário da diversidade morfológica da casca externa de espécies arbóreas e arbustivas de cerrado visando a sistematizar os padrões morfológicos encontrados e estimular o uso da terminologia existente, bem como a utilização de caracteres da casca para a identificação dos táxons. Este projeto dá continuidade ao Proc. 05/59499-8 e à pesquisa iniciada no Proc. 00/12469-3 da Fapesp e enquadra-se no Grupo de Pesquisa do CNPq, certificado pela Unesp: "Morfologia (senso lato) de plantas de cerrado". (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Xiloteca da Unesp entra em catálogo internacional 

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BOSIO, FABIO; ROSSI, SERGIO; MARCATI, CARMEN R. Periodicity and environmental drivers of apical and lateral growth in a Cerrado woody species. TREES-STRUCTURE AND FUNCTION, v. 30, n. 5, p. 1495-1505, OCT 2016. Citações Web of Science: 6.
DORIA, LARISSA C.; PODADERA, DIEGO S.; BATALHA, MARCO A.; LIMA, RIVETE S.; MARCATI, CARMEN R. Do woody plants of the Caatinga show a higher degree of xeromorphism than in the Cerrado?. FLORA, v. 224, p. 244-251, SEP 2016. Citações Web of Science: 0.
MARCATI, CARMEN R.; MACHADO, SILVIA R.; PODADERA, DIEGO SOTTO; TOTTI DE LARA, NATALIA O.; BOSIO, FABIO; WIEDENHOEFT, ALEX C. Cambial activity in dry and rainy season on branches from woody species growing in Brazilian Cerrado. FLORA, v. 223, p. 1-10, AUG 2016. Citações Web of Science: 3.
TOTTI DE LARA, NATALIA OLIVEIRA; MARCATI, CARMEN REGINA. Cambial dormancy lasts 9 months in a tropical evergreen species. TREES-STRUCTURE AND FUNCTION, v. 30, n. 4, p. 1331-1339, AUG 2016. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.