Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de fertilizantes de liberação lenta a base de bio-óleo de resíduos agrícolas

Processo: 09/52449-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas
Pesquisador responsável:Jussara Bertho Fantinatti
Beneficiário:Jussara Bertho Fantinatti
Empresa:Technes Agrícola Ltda (Technes)
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):10/15145-6 - Desenvolvimento de fertilizante de liberação lenta a base de bio-óleo de resíduos agrícolas, BP.PIPE
Assunto(s):Impactos ambientais  Pirólise rápida  Bio-óleo  Pós-colheita  Sementes  Biomassa  Pirólise  Fertilizantes  Resíduos agrícolas 

Resumo

A demanda por produção de alimentos e bicombustíveis é crescente, porém os recursos do solo não são renováveis, motivo pelo qual existe a necessidade de repor os minerais e a matéria orgânica visando através da aplicação de insumos melhorarem a sua qualidade. Em virtude do alto grau de importação, a demanda por fertilizantes apresenta um impacto considerável sobre a balança comercial brasileira. Atualmente o Brasil importa 73% dos fertilizantes o que inviabiliza o aumento da produção agrícola, além disso, os fertilizantes minerais são altamente intensivos em energia em todas as etapas de sua fabricação. A pirólise é um processo de degradação térmica de matéria orgânica na ausência oxigênio. A biomassa utilizada no processo gera como produto carvão, bio-óleo (biomassa líquida) e extrato ácido (ácido pirolenhoso). Diversos trabalhos estão sendo desenvolvidos aplicando carvão em pó e o extrato pirolenhoso em diferentes culturas agrícolas, porém o uso do bio-óleo ainda se encontra em fase inicial e apresenta grande potencial. Assim a empresa BIOWARE TECNOLOGIA se propõe a desenvolver uma tecnologia inovadora introduzindo um fertilizante de qualidade compatível com as exigências agrícolas a partir da pirólise de resíduos agroindustriais. Como resultado espera-se desenvolver uma tecnologia para a produção de fertilizantes de liberação lenta a base de bio-óleo, obtido no processo de pirólise rápida da biomassa canavieira e do capim elefante. Este fertilizante poderá ser uma alternativa que ocasionará benefícios econômicos, ambientais e sociais. A estratégia do projeto é desenvolver a tecnologia e chegar a um produto comercializável que atenda padrões e seja competitivo. A proteção da tecnologia e do(s) produto (s) dela oriundos será por meio de patente. A participação em feiras, congressos e publicações de artigos científicos em revistas indexadas são previstos para a divulgação do (s) produto (s). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Startups apoiadas pelo PIPE são selecionadas em programa da Votorantim Metais 
Reunião orienta sobre submissão ao PIPE 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Startups apoiadas pelo PIPE são selecionadas em programa da Votorantim Metais 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.