Busca avançada
Ano de início
Entree

Pulverizador envolvente para pulverização de produtos fitossanitários na cultura dos citros

Processo: 10/01842-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Marcelo da Costa Ferreira
Beneficiário:Marcelo da Costa Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Antonio de Goes ; Carlos Amadeu Leite de Oliveira ; Daniel Júnior de Andrade
Bolsa(s) vinculada(s):10/16219-3 - Pulverizador envolvente para pulverização de produtos fitossanitários na cultura dos citros, BP.TT
Assunto(s):Produtos fitossanitários  Pulverizadores  Ácaros parasitos de plantas  Brevipalpus phoenicis  Fungos fitopatogênicos  Guignardia citricarpa  Leprose  Citricultura 

Resumo

O setor produtivo da citricultura brasileira, maior do mundo em laranjas e em suco de laranja concentrado, enfrenta intensa ocorrência de pragas e doenças. Visando manter a sua produtividade os produtores recorrem à utilização intensa de agrotóxicos nas áreas de produção. O local de ocorrência, os graus de infestação e de movimentação das pragas têm grande interferência no tratamento fitossanitário, cuja eficácia depende da distribuição do produto pela copa das plantas. São várias as causas que levam ao insucesso do tratamento fitossanitário na cultura de citros. Entre as principais, os equipamentos mal calibrados e mal dimensionados em relação ao porte das plantas de citros, associados ao projeto dos pulverizadores que proporcionam dificuldades para direcionar melhor o jato de calda às plantas. Além destes, há também consequências econômicas e ambientais relacionadas às perdas por escorrimento e por deriva da calda aplicada, verificadas até maiores do que 50% do volume aplicado. Desta forma, elaborou-se o presente projeto com o objetivo de avaliar um pulverizador envolvente, desenvolvido com base na taxa de aplicação, distribuição da calda e do controle do ácaro Brevipalpus phoenicis e do fungo Guignardia citricarpa, além da capacidade de campo operacional do equipamento. Serão avaliadas a deposição de calda em diferentes posições das plantas de laranja, a mortalidade do ácaro da leprose dos citros Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) e o controle do fungo causador da mancha preta dos citros Guignardia citricarpa Kiely [Phyllosticta citricarpa (McAlp.) van der Aa.]), definidos em função de se constituírem nos principais componentes individuais dos atuais custos de produção da citricultura paulista e por serem considerados entre os principais problemas fitossanitários da cultura na atualidade. Para as avaliações serão utilizados dois modelos de pulverizadores de arrasto tratorizados, sendo um o modelo Arbus 2000® fabricado por Máquinas Agrícolas Jacto S.A., de uso corrente na citricultura nacional, considerado neste trabalho como padrão convencional e outro do modelo Topspray®, fabricado por Herbicat Ltda., equipamento recém lançado com desenvolvimento conjunto entre a referida empresa e pesquisadores incluindo os autores deste projeto. Por fim, será realizado um levantamento de movimentos e tempos do pulverizador em rotina de campo, para determinar a sua capacidade de campo operacional. (AU)