Busca avançada
Ano de início
Entree

Processos de nuvens associados aos principais sistemas precipitantes no Brasil: uma contribuição à modelagem da escala de nuvens e ao GPM (Medida Global de Precipitação)

Processo: 09/15235-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Luiz Augusto Toledo Machado
Beneficiário:Luiz Augusto Toledo Machado
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Gilberto Fernando Fisch
Pesq. associados:Carlos Augusto Morales Rodriguez ; Carlos Frederico de Angelis ; Maria Assunção Faus da Silva Dias
Auxílios(s) vinculado(s):14/08472-1 - 15th International Conference on atmospheric electricity, AR.EXT
12/11441-5 - Validação e melhorias do algoritmo de estimativa de chuva por satélite o BRAIN (Bayesian Rain Retrieval Algorithm Including Neural Network) usando dados das campanhas do CHUVA e dados do radiômetro de micro-ondas passivo do satélite Megha Tropiques, AV.EXT
12/10878-0 - 16th International Conference on clouds and precipitation, AR.EXT
11/13673-8 - Estudos sobre a convecção profunda utilizando radar e medidas de eletricidade atmosférica durante a campanha do CHUVA - Vale do Paraíba, AV.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):15/11987-6 - Características das tempestades de verão na Região Metropolitana de São Paulo durante o experimento CHUVA-GLM Vale do Paraíba, BP.IC
14/08615-7 - Processos de formação da precipitação: um estudo sobre a microfísica, a interação com aerossóis e o ciclo de vida da nuvem a partir de medidas de radares e aeronaves, BP.DR
13/10470-4 - Evolução interanual e interdecadal das tempestades locais em São Paulo: o papel da brisa marítima, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 13/10239-0 - Desenvolvimento e manutenção de uma base de dados e metadados do Projeto CHUVA, BP.TT
11/23868-0 - Desenvolvimento e manutenção de uma base de dados e metadados do Projeto CHUVA, BP.TT
11/07994-6 - Parametrização de nuvens rasas não precipitantes, BP.IC
11/03093-4 - Recuperação de variáveis atmosféricas utilizando técnicas de radiometria por microondas baseadas em solo, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Precipitação  Microfísica de nuvens 

Resumo

O processo físico no interior das nuvens é um dos componentes mais desconhecidos do sistema climático. A descrição desses processos através de parâmetros meteorológicos convencionais ainda precisa ser bastante aprofundada de forma que modelos de previsão de tempo e clima consigam descrever, com precisão, o tipo e as características dos hidrometeoros, os perfis de liberação de calor latente, o balanço radiativo, o entranhamento de ar na nuvem e as correntes ascendentes e descentes. Os modelos numéricos estão se aprimorando e rodando em resoluções espaciais nas quais esses processos precisam ser explicitamente descritos. Por exemplo, a análise dos efeitos do aquecimento global em uma dada região necessita de simulações descrevendo todos esses processos. Outra aplicação importante que necessita conhecer os processos das nuvens é a estimativa de precipitação por satélite. O programa espacial brasileiro tem planejado o lançamento em 2014 de um satélite para inferência da precipitação - esse satélite fará parte da constelação do GPM (Global precipitation Measurement). Nuvens quentes, responsáveis por grande parte da precipitação nos trópicos, principalmente nas regiões costeiras, são pouco estudadas e não são consideradas nas estimativas de precipitação por satélite. Este Projeto realizará experimentos de campo em sete sítios com diferentes padrões climáticos, para estudar os regimes de precipitação no Brasil. Esses experimentos utilizarão radar polarimétrico, lidar polarizado, radiômetro de microonda, disdrômetros, radiosondas e vários outros instrumentos. As análises serão realizadas considerando as características microfísicas e a evolução com o ciclo de vida, os modelos de estimativa de precipitação, o desenvolvimento da tempestade e a formação de descargas elétricas, os processos na camada limite e a modelagem da microfísica. Este projeto tem o objetivo de reduzir as incertezas na estimativa da precipitação e progredir no conhecimento dos processos das nuvens, principalmente das nuvens quentes. A pesquisa a ser realizada abrangerá estudos de clima e os processos físicos por meio de observações convencionais e especiais para criar um banco de dados descrevendo os processos de nuvens dos principais sistemas de precipitação no Brasil. O Projeto pretende criar e explorar essa base de dados para melhorar a estimativa de precipitação por satélites e validar e estudar as parametrizações da microfísica das nuvens. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Partículas ultrafinas de aerossol intensificam as chuvas na Amazônia 
Modelo do INPE permite prever a ocorrência de raios durante as tempestades 
Estudo desvenda como são produzidas as partículas que alimentam as nuvens da Amazônia 
Estudo deve tornar mais precisa a previsão de tempestades 
Concluído primeiro recenseamento de nuvens do Brasil 
Aviões sobrevoam a Amazônia por quase 200 horas para medir impacto da poluição 
Força-tarefa investiga se ‘oceano verde’ da Amazônia está em risco 
Região de Manaus torna-se ‘laboratório modelo’ para pesquisadores 
Microfísica das nuvens 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
As sementes ocultas da chuva 
Um oceano nos ares  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.