Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações nanomorfológicas da matéria lignocelulósica de cana-de-açúcar

Processo: 10/05523-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Driemeier
Beneficiário:Carlos Eduardo Driemeier
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriane Maria Ferreira Milagres ; Charles Dayan Farias de Jesus ; Edgardo Olivares Gómez ; George Jackson de Moraes Rocha ; Harry Westfahl Junior ; Maria Teresa Borges Pimenta Barbosa ; Mateus Borba Cardoso ; Walter de Carvalho
Assunto(s):Celulose  Difração por raios X  Lignocelulose  Cana-de-açúcar 

Resumo

A matéria lignocelulósica da cana-de-açúcar é representada pelo bagaço, com suas frações fibra e medula, e pela palha. Quimicamente, essa matéria é constituída principalmente de celulose (41-47%), hemiceluloses (25-26%) e lignina (14-22%). A disposição desses componentes químicos no espaço, em escala nanométrica, é aqui chamada de nanomorfologia. As propriedades nanomorfológicas abordadas neste projeto estão relacionadas a dois tipos de estruturas nanométricas presentes nos materiais: fibrilas de celulose predominantemente cristalinas e poros com água. Este projeto propõe a caracterização dessas estruturas por diversas técnicas. Além disso, procura compreender a evolução das estruturas à medida que são aplicados processos convencionais, relacionados à rota enzimática de conversão do material lignocelulósico a etanol. As técnicas analíticas propostas para caracterizar a nanomorfologia desses materiais são: difração de raios-x, espalhamento de raios-x a baixo ângulo, termoporometria, análise de sorção e dessorção de água, exclusão de soluto e adsorção gasosa. Essa é uma área de pesquisa promissora principalmente porque matéria lignocelulósica é fonte abundante e renovável de energia e materiais. Porém, no Brasil há carência de pesquisadores estudando a nanomorfologia da matéria lignocelulósica, em particular no que se refere a técnicas físicas de caracterização. (AU)

Publicações científicas (12)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DRIEMEIER, CARLOS; OLIVEIRA, MARCELO M.; CURVELO, ANTONIO A. S. Lignin contributions to the nanoscale porosity of raw and treated lignocelluloses as observed by calorimetric thermoporometry. INDUSTRIAL CROPS AND PRODUCTS, v. 82, p. 114-117, APR 2016. Citações Web of Science: 8.
DRIEMEIER, CARLOS; MENDES, FERNANDA M.; SANTUCCI, BEATRIZ S.; PIMENTA, MARIA T. B. Cellulose co-crystallization and related phenomena occurring in hydrothermal treatment of sugarcane bagasse. Cellulose, v. 22, n. 4, p. 2183-2195, AUG 2015. Citações Web of Science: 9.
DRIEMEIER, CARLOS. Two-dimensional Rietveld analysis of celluloses from higher plants. Cellulose, v. 21, n. 2, SI, p. 1065-1073, APR 2014. Citações Web of Science: 9.
OLIVEIRA, RAFAEL P.; DRIEMEIER, CARLOS. CRAFS: a model to analyze two-dimensional X-ray diffraction patterns of plant cellulose. JOURNAL OF APPLIED CRYSTALLOGRAPHY, v. 46, n. 4, p. 1196-1210, AUG 2013. Citações Web of Science: 13.
MAZIERO, PRISCILA; JONG, JENNIFER; MENDES, FERNANDA M.; GONCALVES, ADILSON R.; EDER, MICHAELA; DRIEMEIER, CARLOS. Tissue-Specific Cell Wall Hydration in Sugarcane Stalks. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 61, n. 24, p. 5841-5847, JUN 19 2013. Citações Web of Science: 10.
DRIEMEIER, CARLOS; BRAGATTO, JULIANO. Crystallite Width Determines Monolayer Hydration across a Wide Spectrum of Celluloses Isolated from Plants. Journal of Physical Chemistry B, v. 117, n. 1, p. 415-421, JAN 10 2013. Citações Web of Science: 19.
DRIEMEIER, CARLOS; SANTOS, WANDERLEY D.; BUCKERIDGE, MARCOS S. Cellulose crystals in fibrovascular bundles of sugarcane culms: orientation, size, distortion, and variability. Cellulose, v. 19, n. 5, p. 1507-1515, OCT 2012. Citações Web of Science: 9.
DRIEMEIER, CARLOS; MENDES, FERNANDA M.; OLIVEIRA, MARCELO M. Dynamic vapor sorption and thermoporometry to probe water in celluloses. Cellulose, v. 19, n. 4, p. 1051-1063, AUG 2012. Citações Web of Science: 30.
BRAGATTO, JULIANO; SEGATO, FERNANDO; COTA, JUNIO; MELLO, DANILO B.; OLIVEIRA, MARCELO M.; BUCKERIDGE, MARCOS S.; SQUINA, FABIO M.; DRIEMEIER, CARLOS. Insights on How the Activity of an Endoglucanase Is Affected by Physical Properties of Insoluble Celluloses. Journal of Physical Chemistry B, v. 116, n. 21, p. 6128-6136, MAY 31 2012. Citações Web of Science: 16.
DRIEMEIER, CARLOS; PIMENTA, MARIA T. B.; ROCHA, GEORGE J. M.; OLIVEIRA, MARCELO M.; MELLO, DANILO B.; MAZIERO, PRISCILA; GONCALVES, ADILSON R. Evolution of cellulose crystals during prehydrolysis and soda delignification of sugarcane lignocellulose. Cellulose, v. 18, n. 6, p. 1509-1519, DEC 2011. Citações Web of Science: 38.
DRIEMEIER, CARLOS; OLIVEIRA, MARCELO M.; MENDES, FERNANDA M.; GOMEZ, EDGARDO O. Characterization of sugarcane bagasse powders. Powder Technology, v. 214, n. 1, p. 111-116, NOV 25 2011. Citações Web of Science: 20.
DRIEMEIER, CARLOS; CALLIGARIS, GUILHERME A. Theoretical and experimental developments for accurate determination of crystallinity of cellulose I materials. JOURNAL OF APPLIED CRYSTALLOGRAPHY, v. 44, n. 1, p. 184-192, FEB 2011. Citações Web of Science: 61.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.