Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação da ciclooxigenase-2 com o VEGF e a caspase-3 nas neoplasias mamárias de cadelas

Processo: 09/13822-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2010 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Carlos Roberto Daleck
Beneficiário:Carlos Roberto Daleck
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias mamárias 

Resumo

Tendo em vista a relação da ciclooxigenase-2 (COX-2) com o desenvolvimento e a progressão do câncer, o objetivo deste trabalho é investigar a correlação da expressão do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e da Caspase-3 com a enzima COX-2 nas neoplasias mamárias de cadelas. O estudo será realizado com 60 amostras de tumores mamários de cadelas. Estas amostras foram divididas em seis grupos, composto por 10 tumores em cada grupo, de acordo com a classificação histopatológica. Para a escolha dos casos de adenoma simples (Grupo 1), carcinoma túbulo-papilífero com prognóstico bom (Grupo 2) e carcinoma túbulo-papilífero com prognóstico ruim (Grupo 3) além da classificação histológica foi considerada a evolução clínica do tumor na seleção dos casos. Os outros 30 tumores são compostos por 10 amostras de carcinoma túbulo-papilífero primário metastático (Grupo 4), 10 de metástase pulmonar (Grupo 5) e 10 de carcinoma inflamatório (Grupo 6). O Grupo Controle terá 10 amostras de tecido mamário sem alterações patológicas. A avaliação da expressão da COX-2, do VEGF e da Caspase-3 será conduzida por imunoistoquímica, utilizando-se a técnica de estreptoavidina-biotina-peroxidase, de acordo com o protocolo do Serviço de Imunoistoquímica do Hospital Veterinário da Universidade Estadual Paulista - UNESP, Campus de Jaboticabal. Os resultados obtidos serão analisados dentro do contexto do diagnóstico tumoral pela Regressão Logística Nominal e do prognóstico do paciente, através da Regressão Logística Binária. (AU)