Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho, características das carcaças, qualidade e composição em ácidos graxos da carne de bovinos Nelore recebendo dietas contendo fontes de lipídeos ricos em ácidos graxos ômega-3 e ômega-6

Processo: 07/08400-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2009 - 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Alexandre Amstalden Moraes Sampaio
Beneficiário:Alexandre Amstalden Moraes Sampaio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinocultura de corte  Qualidade da carne  Maciez da carne  Ácidos graxos ômega-3  Ácidos graxos ômega-6 

Resumo

A bovinocultura de corte tem grande importância para o Brasil como fonte de recursos, conforme observado no primeiro bimestre de 2007, com o aumento de 42,9% no volume exportado, alcançando o valor de 690 milhões de dólares. Além do aspecto financeiro, a importância social do rebanho bovino na economia brasileira é inegável, além de movimentar a indústria e a distribuição de uma gama variável de insumos que se utiliza no seguimento produtivo, a cadeia da pecuária bovina, incluindo produção, abate, transformação, transporte e comercialização de produtos e subprodutos, movimenta um grande número de agentes e de estruturas, da fazenda à indústria, e ao comércio, gerando renda e criando empregos em seus diversos segmentos. Diante da nova ordem mundial e das grandes transformações econômicas sofridas pelo país, em que as margens de retorno econômico nas atividades pecuárias se encontram cada vez mais estreitas, a busca por maior eficiência produtiva se torna uma questão de sobrevivência. Somente permanecerão na atividade os pecuaristas que se adequarem a esta nova ordem, produzindo em escala, a custos competitivos e oferecendo um produto com qualidade diferenciada. Desta forma, o país necessita desenvolver estratégias para atender as exigências do mercado externo, principalmente quanto aos aspectos sanitários e à qualidade do produto final, no sentido de abrir novos mercados e manter os já conquistados. Sendo assim, a adoção de técnicas de manejo e alimentação que viabilizam a produção de carnes de melhor qualidade torna-se da maior importância para colocar o setor pecuário em situação de igualdade com os grandes países produtores de carne. O êxito da produção de bovinos caminha para a obtenção de animais com melhores carcaças e carne com qualidade superior. Este trabalho objetiva comparar dietas enriquecidas com fontes de óleo sobre o desempenho, características das carcaças e qualidade da carne de bovinos Nelore terminados em confinamento. Trinta e cinco machos não castrados, terminados em confinados durante 105 dias. Serão avaliadas cinco dietas contendo diferentes fontes de lipídeos: 1-óleo de linhaça, rico em w3; 2-óleo de soja, rico em w6; 3-Megalac E, rico em w6 e protegido da digestão ruminal; 4-óleo de linhaça protegido (OLi P), rico em w3 e protegido da degradação ruminal; e 5-dieta tradicional sem adição de óleo (controle). Todas as dietas serão isoprotéicas e terão a cana-de-açúcar (IAC 86-2480) como volumoso exclusivo, sendo que as dietas com adição de óleo serão isoenergéticas. Será avaliado o desempenho animal (ingestão de alimentos, ganho de peso e eficiência alimentar); características das carcaças, utilizando-se de técnicas de avaliação em tempo real (ultra-som e medidas corporais) e após o abate (rendimento, comprimento de carcaça, rendimento de cortes primários e peso de vísceras); qualidade da carne (maciez, cor e aspectos sensoriais); e composição em ácidos graxos da carne do contrafilé (Longissimus lumborum) e picanha (Biceps femoris) (ácido linoléico conjugado, relação ácidos graxos insaturados:saturados totais, relação w6:w3) e teor de colesterol. A análise estatística dos dados será efetuada através de um delineamento inteiramente casualizado, com 5 tratamentos e 7 epetições, sendo utilizado teste de contrastes ortogonais para comparações específicas. (AU)