Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento das alterações microbianas do solo sob sistema de semeadura direta e rotação de culturas

Processo: 08/55760-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Ely Nahas
Beneficiário:Ely Nahas
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Manejo do solo  Conservação do solo  Rotação de culturas 

Resumo

Condução de sistemas agrícolas que envolvam mínimo manejo do solo e das culturas são os requisitos necessários para uma agricultura sustentável. Além do mais, inúmeras vantagens podem ser obtidas com a rotação de culturas. Este estudo objetiva a) averiguar o efeito do sistema de semeadura direta e da rotação de cultura sobre parâmetros microbianos do solo e b) decomposição de diferentes frações de resíduos agrícolas no solo. Este projeto foi iniciado em 2000 pelo Prof. José Eduardo Corá (auxílios FAPESP 2000/13948-2 e 2005/55500-1, "Características de processos de transformações dos atributos físicos e químicos no solo sob diferentes esquemas de rotação de cultura em sistema de semeadura direta") com uma seqüência de plantios anuais, sem, no entanto, abordar os parâmetros microbiológicos do solo. No período de 2007-2008, as culturas de verão (soja, milho e soja/milho) foram rotacionadas com plantios de inverno (milho, girassol, nabo forrageiro, milheto, guandu, sorgo e crotalária). O esquema em Material e Métodos ilustra melhor esta seqüência de plantios. O delineamento experimental utilizado é de blocos casualizados no esquema com faixas com 21 tratamentos e três repetições. Nos solos, os microrganismos ocorrem em grande número e variedade e têm um papel fundamental na transformação da matéria orgânica residual do solo, contribuindo desta forma para a fertilidade do solo e nutrição das plantas. A atividade microbiana tem sido considerada pela literatura como um parametro sensível para avaliar as variáveis propostas neste estudo. A influência dos microrganismos pode ser avaliada através da biomassa C, N e P e da atividade enzimática responsável pelas transformações e disponibilidade de nutrientes no solo. A atividade respiratória é uma das medidas que mais tem sido utilizada para avaliar a atividade mineralizadora microbiana no solo. As comunidades de microrganismos são nfluenciadas por fatores flsicos e químicos do solo e pelas condições climáticas (sucessão culturas de verão e inverno). O efeito dos resíduos da semeadura direta e das condições ambientais sobre estes microrganismos precisa ser conhecida. A atividade enzimática microbiana pode refletir tanto o efeito da situação implantada como a disponibilidade de nutrientes e fertilidade do solo. Este projeto foi contemplado com uma bolsa de mestrado (08/52473-1), com vigência por um ano a partir de agosto de 2008. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.