Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise isotópica da variabilidade natural do carbono-13 em bebidas de manga (Mangifera indica, L.) e de goiaba (Psidium guajava, L.)

Processo: 09/53974-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Waldemar Gastoni Venturini Filho
Beneficiário:Waldemar Gastoni Venturini Filho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Análise de alimentos  Sucos de frutas  Isótopos de carbono 

Resumo

O objetivo deste trabalho será desenvolver um método de análise isotópica para quantificar o carbono proveniente de plantas dos ciclos fotossintéticos C3 (manga e goiaba) e C4 (açúcar de cana), com o propósito de detectar possíveis adulterações em bebidas de manga e de goiaba comercializadas no Brasil, além de verificar a veracidade dos valores energéticos informados nos rótulos desses produtos. Para isso, serão produzidos, em laboratório, sucos e néctares de manga e de goiaba conforme os Padrões de Identidade e Qualidade estabelecidos pela legislação brasileira (bebidas-padrão) e produtos adulterados (com quantidade insuficiente de polpa em suas formulações ou açúcar de cana acima do permitido), nos quais serão calculadas as concentrações de carbono C3, de forma teórica. Essas bebidas serão analisadas isotopicamente, mensurando o enriquecimento isotópico relativo da bebida como um todo e de suas frações (açúcares purificados e sólidos insolúveis). Com base nestes resultados, será estimada a quantidade de fonte C3 prática. Os resultados práticos serão comparados com os teóricos para avaliar a precisão do método isotópico (δ13C). Posteriormente, com base na legislação, será possível criar um limite de legalidade (% de fonte C3 mínima no produto). A análise isotópica dos sucos e néctares comerciais de manga e de goiaba fornecerá a concentração de carbono C3 dessas bebidas, a qual será comparada com o limite de legalidade, verificando se os fabricantes dos produtos comerciais estão cumprindo com as normas da legislação vigente. (AU)