Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise estrutural e ultraestrutural do desenvolvimento embrionário de espécies de peixes neotropicais

Processo: 08/03773-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Alexandre Ninhaus Silveira
Beneficiário:Alexandre Ninhaus Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Peixes  Técnicas de reprodução assistida  Reprodução induzida em peixes  Embriogênese  Embrião de animal 

Resumo

A embriologia é o estudo do crescimento e da diferenciação sofridos por um organismo no curso de seu desenvolvimento, desde o estágio de ovo até o de um ser altamente complexo, de vida independente e semelhante a seus pais. Esta ciência contribui, principalmente, para um maior conhecimento da biologia reprodutiva das espécies que por sua vez permitirá o aperfeiçoamento das técnicas de reprodução em cativeiro, tanto para fins comerciais como para preservação de espécies ameaçadas. As espécies alvo deste estudo são Leporinus elongatus, Rhamdia quelen, Pimelodus maculatus e Rhinelepis áspera. A piapara, Leporinus elongatus, pertence à família Anostomidae, é uma espécie de porte médio encontrada na Bacia do Rio Paraguai, Paraná e São Francisco. O cascudo-preto, Rhinelepis aspera, é reofílico, pertence a ordem dos Siluriformes e da familia Loricariidae, tem sua distribuição descrita para a Bacia do Rio São Francisco, Bacia Paraná-Prata, Rio Piracicaba e Bacia do Rio Paraíba do Sul. Rhamdia quelen tem sua distribuição na região central da Argentina, região sudeste do Brasil e em todo Uruguai. Pimelodus maculatus é um peixe também conhecido popularmente como mandi-amarelo, bagre-amarelo, mandi-pintado ou pintado, dependendo da região e enquadra-se dentro das espécies conhecidas como "bagre", pertencendo à ordem dos Siluriformes e a família Pimelodidae. É uma espécie de ampla distribuição geográfica e de grandes variações cromáticas e até estruturais. Muitos aspectos da biologia destas espécies ainda são desconhecidos, e tendo em vista a sua importância ecológica e econômica este estudo pretende analisar o desenvolvimento embrionário destas. Para o desenvolvimento do projeto serão selecionadas matrizes maduras que serão induzidas à reprodução com extrato bruto de hipófise de carpa e a desova e fertilização realizadas artificialmente. As coletas de amostras de embriões serão realizadas em intervalos de dez minutos nas duas primeiras horas, e posteriormente uma coleta a cada hora até a eclosão. O material coletado será fixado em glutaraldeido 2,5% e em solução de Karnovisky, levado ao Laboratório de Ictiologia Neotropical (Líneo), da FE/Unesp - Campus de Ilha Solteira, para processamento e análise morfológica sob microscopia de luz. Para análise de ultrestrutura, as amostras pré-fixadas serão levadas ao Centro de Microscopia do Instituto de Biociências de Botucatu para processamento e análise. Este estudo pretende analisar especificamente as alterações morfo-estruturais durante o desenvolvimento embrionário das espécies já citadas desde a fertilização até a eclosão. (AU)