Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação e intervenção na disortografia

Resumo

O objetivo deste projeto é propor dois estudos: o Estudo 1, voltado para a elaboração de procedimento de avaliação do processamento ortográfico, tem por objetivo verificar o nível de conhecimento e estabelecer o perfil de aquisição ortográfica dos escolares de 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Participarão deste estudo 300 escolares, sendo 150 escolares de escola pública municipal e 150 escolares de escola particular do Município de Marília-SP, distribuídos entre o 1º e o 5º ano escolar, de ambos os gêneros, na faixa etária de 6 anos a 10 anos e 11 meses de idade. Como procedimento será elaborado e aplicado o protocolo de avaliação do processamento ortográfico. O Estudo 2, voltado para a elaboração de programas de intervenção com a disortografia, tem por objetivo comparar o desempenho dos escolares com dificuldades de aprendizagem, dislexia do desenvolvimento e distúrbio de aprendizagem nas etapas de avaliação do processamento ortográfico em situação de pré e pós-testagem, bem como, comparar o desempenho dos escolares com dificuldades de aprendizagem, dislexia do desenvolvimento e distúrbio de aprendizagem submetidos e não submetidos aos programas de intervenção. Participarão deste estudo 60 escolares da 2º ao 4º ano do ensino público do município de Marília-SP, divididos em 3 grupos, sendo 20 escolares com dislexia do desenvolvimento, 20 com distúrbio de aprendizagem e 20 com dificuldades de aprendizagem, que serão submetidos aos programas de intervenção com a disortografia, composto das etapas de pré-testagem, intervenção e pós-testagem. Os resultados do estudo 1 e do estudo 2 serão analisados estatisticamente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: