Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um método de análise digital para o teste do cometa corado pela prata

Processo: 09/08100-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2009 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Hélio Amante Miot
Beneficiário:Hélio Amante Miot
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):11/06310-6 - Avaliação do teste do cometa corado pelo Feulgen, prata e SYBR gold, BP.TT
Assunto(s):Genotoxicidade  Toxicologia  Ensaio cometa 

Resumo

O teste do cometa é um exame de genotoxicidade cujo uso ainda está em fase de crescimento, apesar de já ser empregado há 20 anos. É um método rápido, de baixo custo, de relativa facilidade de realização, seguro e que pode ser aplicado na maioria dos tecidos.Fundamenta-se na estimativa de migração de DNA celular submetido a uma corrente de eletroforese. O processo de coloração pode ser realizado alternativamente por técnicas de fluorescência ou por histotécnica convencional com sal de prata. As duas colorações não diferem em relação aos resultados das imagens obtidas, sendo, portanto equivalentes. O método automatizado de análise do teste do cometa corado com a prata ainda não foi padronizado e necessita de uma validação do processo. A análise pode ser realizada de várias formas, uma delas é a realização de medidas de parâmetros morfológicos, que pode ser realizada de maneira manual, ou por sistemas de análise de imagem automatizados. Esses sistemas permitem que se obtenham resultados menos subjetivos, com uma maior reprodutibilidade e precisão.Para a realização dessas medidas pelo método automatizado, utilizam-se fotografias digitais dos cometas. A captura dessas imagens é uma etapa muito importante e deve ser realizada de forma padronizada. Para a análise de imagem digital é necessário série de processamentos para possibilitar a segmentação da imagem em relação ao fundo e a quantificação do dano genotóxico ao DNA. Os autores propõem o desenvolvimento e validação de uma técnica de análise digital para o teste do cometa corado pela prata. (AU)

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

METODOS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS PARA DETERMINAÇÃO DE DANO EM DNA BR1020120017733 - Universidade Estadual Paulista (UNESP) . Hélio Amante Miot; Gabrielli Brianezi - 26 de janeiro de 2012