Busca avançada
Ano de início
Entree

Compreendendo o processo de trabalho na perspectiva da equipe de saúde da família, numa abordagem complexa

Resumo

Este estudo tem como objeto de investigação a experiência dos membros da equipe multiprofissional com o processo de trabalho, empreendido no contexto Estratégia Saúde da Família (ESF). Pretende compreendê-lo segundo a perspectiva dos mesmos e propor um modelo representativo dessa experiência. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, a partir da inquietação em compreender como os membros da equipe multiprofissional em saúde entendem o seu processo de trabalho no modelo Saúde da Família, à luz da complexidade, acrescida da carência de estudos, acerca deste olhar, em domínio nacional. Constituir-se-ão como atores desta pesquisa cinco grupos amostrais, formados por membros da equipe multiprofissional da ESF, de uma cidade do interior paulista: médicos, enfermeiros, cirurgiões dentistas, auxiliares de enfermagem, agentes comunitários. A coleta de dados será conduzida em local e horário fora do cenário de trabalho, conforme disponibilidade e segurança manifesta pelo ator. A técnica de coleta de dados será a entrevista do tipo não-estruturada, tendo como questão de partida: - Como os membros da equipe multiprofissional em saúde compreendem o processo de trabalho na Estratégia Saúde da Família? Este projeto encontra-se aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) e a coleta de dados só será conduzida após a obtenção do consentimento livre e esclarecido de participação na pesquisa de cada participante. As entrevistas serão gravadas no formato digital e logo após serão transcritas na integra. Seguir-se-ão os preceitos da pesquisa qualitativa, com a coleta e análise dos dados concomitantes, até o alcance da saturação teórica. A análise dos dados será realizada de acordo com o método da Grounded Theory. Essa metodologia, com raízes interacionistas, consiste na descoberta e no desenvolvimento de uma teoria a partir das informações obtidas e analisadas sistemática e comparativamente. Primeiramente, analisar-se-ão separadamente, de modo a obter as experiências dos cinco grupos amostrais, os quais serão integrados interativamente, para formar a experiência da equipe multiprofissional e o modelo teórico que, serão analisados à luz da Teoria da Complexidade. Esta Teoria é uma nova forma de pensar e agir, contribuindo para o desenvolvimento de análises integradas no enfrentamento de problemas de saúde como alternativa ao pensamento analítico e fragmentado dos dias atuais. A propósito, trata-se de uma pesquisa com objeto definido e sob uma proposta inovadora de análise dos dados, segundo os referenciais adotados: metodológico e teórico. Seu processo investigatório buscará entender como os membros da equipe definem as situações do cotidiano no trabalho, considerando suas suposições, valores e crenças, padrões de comportamento, sutilezas, organização, dentre outras. Buscará uma nova forma de ver o trabalho em equipe, os trabalhadores de saúde e suas inter-relações como um Sistema Dinâmico Complexo e justifica-se na medida em que a maioria dos trabalhos em equipe de saúde ainda são analisados segundo uma visão reducionista e linear da ciência clássica, sem trazer respostas satisfatórias para o enfrentamento às novas demandas do trabalho em saúde. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)