Busca avançada
Ano de início
Entree

Composição das miosinas e expressão dos fatores de regulação miogênica no músculo diafragma de ratos com insuficiência cardíaca crônica

Processo: 08/58655-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marina Politi Okoshi
Beneficiário:Marina Politi Okoshi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Citocinas  Diafragma  Fatores de regulação miogênica  Insuficiência cardíaca  Miosinas 

Resumo

Estudos clínicos e experimentais têm sugerido que anormalidades da musculatura esquelética podem colaborar para a ocorrência precoce de dispnéia e fadiga na insuficiência cardíaca crônica. Em músculos periféricos e respiratórios, uma das alterações freqüentemente encontradas é a modificação na composição das cadeias pesadas de miosinas (MHC). No músculo diafragma, ocorre aumento das fibras do tipo lento, MHC I, com redução das fibras rápidas, tipo II. Os mecanismos responsáveis por essas alterações não estão definidos. Em estudos prévios, verificamos que os fatores de regulação miogênina (MRF) estão associados às alterações do fenótipo das MHC durante a insuficiência cardíaca. Recentemente, foi verificado que o fator de necrose tumoral-alfa (TNF-α) pode modular a expressão de proteínas musculares. Não há estudos sobre o papel dos MRF e do TNF-α nas alterações das MHCs do músculo diafragma em animais com insuficiência cardíaca crônica. O objetivo deste estudo é determinar se modificações nas isoformas das MHCs estão relacionadas a alterações dos níveis séricos de TNF-α e da expressão dos MRF no músculo diafragma de ratos com insuficiência cardíaca crônica induzida por infarto do miocárdio. Como previamente observamos que a alteração das miosinas pode preceder o desenvolvimento de insuficiência cardíaca, os animais serão estudados em dois períodos experimentais: durante a fase de disfunção ventricular compensada e na fase estabelecida de insuficiência cardíaca. O músculo diafragma será avaliado seis meses após a indução do infarto do miocárdio. A composição das miosinas será analisada por eletroforese de proteínas. A expressão gênica dos MRF MyoD, miogenina e MRF4 será avaliada por RT-PCR em tempo real e a expressão protéica por Western blot. A concentração sérica de TNF-α será quantificada por ELISA. A análise estatística será realizada por Anova. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RUIZ LIMA, ALINE REGINA; MARTINEZ, PAULA FELIPPE; DAMATTO, RICARDO LUIZ; MARIANO CEZAR, MARCELO DIARCADIA; GUIZONI, DANIELE MENDES; BONOMO, CAMILA; OLIVEIRA, JR., SILVIO ASSIS; SILVA, MAELI DAL-PAI; MAMEDE ZORNOFF, LEONARDO ANTONIO; OKOSHI, KATASHI; OKOSHI, MARINA POLITI. Heart Failure-Induced Diaphragm Myopathy. CELLULAR PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY, v. 34, n. 2, p. 333-345, 2014. Citações Web of Science: 20.
MARTINEZ, PAULA F.; OKOSHI, KATASHI; ZORNOFF, LEONARDO A. M.; OLIVEIRA, JR., SILVIO A.; CAMPOS, DIJON H. S.; LIMA, ALINE R. R.; DAMATTO, RICARDO L.; CEZAR, MARCELO D. M.; BONOMO, CAMILA; GUIZONI, DANIELE M.; PADOVANI, CARLOS R.; CICOGNA, ANTONIO C.; OKOSHI, MARINA P. Echocardiographic detection of congestive heart failure in postinfarction rats. Journal of Applied Physiology, v. 111, n. 2, p. 543-551, AUG 2011. Citações Web of Science: 41.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.