Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização fenotipica da carne de bovinos de corte da raça Nelore e seus cruzamentos e sua relação com polimorfismos de genes candidatos funcionais e posicionais

Processo: 08/05355-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2009 - 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Silveira
Beneficiário:Antonio Carlos Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade da carne  Gado Nelore  Bovinos de corte  Bos taurus indicus  Marcador molecular 

Resumo

Apesar da posição de destaque no cenário econômico internacional, a pecuária de corte nacional, baseada em animais Bos indicus (zebuínos), se caracteriza por apresentar baixa produtividade e uma grande variação na qualidade da carne produzida, fatos que comprometem a competitividade do setor no mercado globalizado. O mecanismo global que estabelece a diferenciação da qualidade da carne entre os grupos genéticos e/ou entre indivíduos dentro destes grupos ainda permanece obscuro. Atualmente, existe uma vasta lista de análises laboratoriais capazes de identificar e classificar a carne bovina como macia ou dura, e estas análises são utilizadas em grande escala, o que as tornam confiáveis. Entretanto, tais análises são apenas comprobatórias e não preditivas ficando aquém das indiscutíveis requisições de um mercado exigente e globalizado. A cada dia cresce a necessidade de se identificar precocemente os possíveis problemas que a carne bovina possa vir a apresentar, de preferência antes que a mesma chegue ao prato do consumidor. Em vista de tantas exigências com relação às características de qualidade da carne bovina, estudos de fisiologia e genômica envolvendo fatores moleculares relacionados a estas características se tornaram conhecidos e, a partir disso, marcadores moleculares (polimorfismos do DNA) puderam ser identificados. O mercado de marcadores moleculares associados a características de interesse em animais de produção se apresenta em franca expansão no mundo e também no Brasil, atraindo o interesse de grandes empresas que movimentam milhões de dólares/ano ao comercializar testes genéticos para a identificação de animais superiores. Entretanto, resultados de associação entre marcadores moleculares e características de interesse obtidos para populações de animais Bos taurus (taurinos) não são aplicáveis, nem tão pouco comercializáveis, em populações de animais Bos indicus, antes que possam ser corroborados. A partir do exposto, o objetivo primeiro deste projeto será analisar a carne de bovinos de diferentes grupos genéticos (zebuínos puros e cruzados) quanto à espessura de gordura subcutânea, marmorização, porcentagem de lipídeos totais na carne, força de cisalhamento, índice de fragmentação miofibrilar e atividade da calpastatina para posterior análise de associação com polimorfismos dos genes da calpaína (CAPN1), calpastatina (CAST), leptina (LEP), tiroglobulina (TG) e diacylglirerol O-acyltransferase 1 (DGAT1). Desta forma, contribuir-se-a para a validação, em genética zebuína, dos resultados de associação obtidos em trabalhos realizados no exterior tendo como modelo raças taurinas. (AU)