Busca avançada
Ano de início
Entree

Transformação genética de Passiflora edulis f. flavicarpa e Passiflora alata para resistência ao endurecimento dos frutos (CABMV)

Processo: 09/02048-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Beatriz Madalena Januzzi Mendes
Beneficiário:Beatriz Madalena Januzzi Mendes
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência à doença  Transgenia 

Resumo

A família Passifloraceae encontra-se largamente distribuída pelos trópicos, apresentando mais de 580 espécies. Dentre as espécies comestíveis do gênero Passiflora, podemos citar Passiflora edulis, P. edulis f. flavicarpa e Passiflora alata como as mais cultivadas no Brasil. O Brasil é o principal produtor mundial de maracujá azedo e recentemente, outra espécie, P. alata (maracujá-doce), vem ganhando destaque no mercado de frutas frescas, no Brasil e no exterior. Com o aumento da área cultivada, uma série de problemas fitossanitários tem prejudicado a produção e qualidade dos frutos de maracujá. Dentre estes problemas, o Cowpea aphid borne mosaic virus tem se destacado, causando problemas nas culturas de maracujás azedo e doce. Uma alternativa para o controle de doenças de plantas causadas por vírus é o desenvolvimento de plantas transgênicas contendo genes ou fragmento de genes do patógeno. Em maracujá, esta estratégia já vem sendo avaliada, com o desenvolvimento de plantas transgênicas contendo o gene da proteína capsidial do CABMV, as quais mostraram resultados promissores quanto à resistência ao patógeno. O objetivo deste projeto de pesquisa é a produção de plantas transgênicas de maracujás azedo e doce, via Agrobacterium, contendo fragmentos do gene da proteína capsidial do CABMV, na orientação antisense e numa construção gênica do tipo hairpin, a fim de estimular a ocorrência do fenômeno do silenciamento gênico. Além da produção de novas linhagens transgênicas também será dada continuidade a avaliação da resistência ao CABMV, de plantas transgênicas já existentes (produzidas pelo projeto temático 2001/14481-3), aclimatizadas para condições de casa-de-vegetação. (AU)