Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novos marcadores baseados em microssatélites para bananeira (Musa spp.)

Processo: 08/03470-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Antonio Vargas de Oliveira Figueira
Beneficiário:Antonio Vargas de Oliveira Figueira
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/01398-0 - Desenvolvimento de novos marcadores baseados em microssatélites para bananeira (Musa spp.), BP.TT
Assunto(s):Musa  Bananeira  Melhoramento genético vegetal  Repetições de microssatélites  Marcadores 

Resumo

A banana consiste num importante alimento básico em países tropicais, e também uma fonte geradora de divisas como fruta para exportação. O melhoramento genético da bananeira é baseado na obtenção de híbridos tetraplóides derivados de cruzamentos entre algumas poucas cultivares triplóides (genitor feminino) e diplóides (doador de pólen). Entretanto, a esterilidade ou baixa fertilidade das principais cultivares limitam a obtenção desses híbridos. A variabilidade genética se concentra nas formas selvagens diplóides das subespécies de Musa acuminata (AA) e M. balbisiana (BB) e cultivares do grupo AA, que deverão contribuir com resistência a doenças e outras características agronômicas favoráveis. O Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de Musa da Embrapa Fruticultura Tropical possui mais de 400 acessos, principalmente diplóides AA. A esterilidade total ou parcial de cultivares triplóides e diplóides também dificulta a geração de populações segregantes para obtenção de mapas genéticos, restringindo a identificação de locos de caracteres quantitativos empregando metodologias convencionais. A abordagem de mapeamento por associação ou por desequilíbrio de ligação, utilizando informações fenotípicas disponíveis do germoplasma e de linhas diplóides avançadas associadas à genotipagem com marcadores consiste numa alternativa promissora. Para avaliar a aplicação desse conceito de mapeamento por associação em populações diplóides de elite do BAG será necessário obter um número elevado de locos de marcadores, inclusive microssatélites. O presente projeto propõe o desenvolvimento e validação de novos locos microssatélites, junto com a avaliação de marcadores envolvendo retrotransposons e microssatélites (IRAP e REMAP) para complementar a caracterização do BAG da Embrapa, e auxiliar na saturação do genoma para avaliar a estratégia de mapeamento por associação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE JESUS, ONILDO NUNES; DE OLIVEIRA E SILVA, SEBASTIAO; AMORIM, EDSON PERITO; FERREIRA, CLAUDIA FORTES; SALABERT DE CAMPOS, JOSE MARCELLO; SILVA, GABRIELA DE GASPARI; FIGUEIRA, ANTONIO. Genetic diversity and population structure of Musa accessions in ex situ conservation. BMC PLANT BIOLOGY, v. 13, MAR 12 2013. Citações Web of Science: 31.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.