Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de fármacos residuais em águas do sistema urbano de abastecimento

Processo: 07/05750-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2008 - 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Valdemar Luiz Tornisielo
Beneficiário:Valdemar Luiz Tornisielo
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição da água  Saneamento ambiental  Resíduos químicos  Fármacos  Cromatografia  Rio Piracicaba  Rio Corumbataí 

Resumo

A ocorrência de fármacos residuais no meio ambiente pode levar a efeitos adversos, tanto em organismos aquáticos como em terrestres. Os fármacos, tanto humanos como de uso veterinário, são absorvidos pelo organismo e estão sujeitos areações metabólicas e uma quantidade significativa dessas substâncias, tanto a original como seus metabolitos, são excretadas. É crescente a preocupação com o destino desses fármacos residuais, principalmente com relação à avaliação de risco ambiental. A ocorrência destes resíduos, principalmente em águas superficiais e sistemas de abastecimento, vem sendo objeto de estudos em diversos países, principalmente na Europa. Em virtude dessa crescente preocupação, o presente projeto tem por objetivos determinar a ocorrência de fármacos residuais em águas superficiais do sistema de abastecimento de água de Piracicaba, SP. As amostras serão coletadas nos dois sistemas produtores: o Rio Piracicaba e o Corumbataí. Os fármacos a serem rastreados pertencerão à classe dos antibióticos e dos hormônios. Para a detecção de fármacos residuais em águas superficiais serão utilizados métodos descritos na literatura, extração em fase sólida e, em alguns casos, derivatização da substância e subseqüente determinação por cromatografia através de HPLC/MS, GC/MS ou GC-MS/MS. (AU)