Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle do equilíbrio e movimento em adultos jovens e idosos sedentários e corredores

Processo: 08/10461-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Marcos Duarte
Beneficiário:Marcos Duarte
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Controle motor  Biomecânica  Postura  Equilíbrio postural  Idosos  Jovens 

Resumo

O presente projeto tem como objetivo geral investigar o controle da postura e movimento em adultos jovens e idosos sedentários e corredores. Nossas pesquisas anteriores sobre controle postural mostraram pela primeira vez que, em relação a adultos jovens, idosos produzem menos mudanças posturais durante a postura irrestrita em pé (similar à postura natural que adotamos dia a dia). Mais especificamente, vimos que idosos apresentam déficit na estratégia de carga/descarga para a manutenção da postura irrestrita em pé. No entanto, as causas deste déficit permanecem desconhecidas. Nossa hipótese é que em condições normais, mudanças posturais são desencadeadas por informações sensoriais que sinalizam dor ou desconforto e que a diminuição da informação somatossensorial nos idosos seria responsável pela deficiência observada no controle da postura. Ao testar esta hipótese, esperamos mostrar que a informação sensorial tem um papel importante na produção de mudanças posturais. Este achado irá contribuir para a melhor compreensão de relevantes alterações no sistema de controle postural associadas ao envelhecimento. Em um outro estudo que conduzimos com idosos corredores, a principal diferença observada pela primeira vez foi que idosos apresentam uma maior abdução do pé (pés rodados para fora) na corrida do que adultos jovens. Esta alteração tem sido observada nos idosos em geral durante o andar, e identificada como um mecanismo protetor para não sobrecarregar o compartimento medial do joelho. É também sabido que idosos apresentam uma redistribuição dos esforços articulares nos membros inferiores durante o andar em comparação com adultos jovens. No entanto, não é conhecido a relação entre o padrão de movimento, especificamente a abdução do pé, e a carga mecânica no joelho durante a corrida por idosos e nem o efeito longitudinal da prática de corrida sobre esta relação e sobre os esforços articulares. Outro aspecto desconhecido é o efeito da prática de corrida de rua para a melhora do controle do equilíbrio dos idosos. Pretendemos compreender porque deste padrão alterado em idosos durante a corrida, verificar se este padrão também está presente no andar e na postura parada e o efeito da prática de corrida sobre o equilíbrio dos idosos. Nossas hipóteses são que a estratégia de maior abdução do pé esteja presente em todas as tarefas motoras e que o uso desta estratégia está relacionada com a integridade do joelho, mesmo considerando idosos altamente ativos e ainda que a prática pelos idosos de corrida de rua contribui para a melhora do controle do equilíbrio. Estes achados irão contribuir para compreender melhor os benefícios da prática de corrida e adaptações desenvolvidas pelos idosos corredores e desta forma contribuir para a prescrição desta atividade para os idosos. Para estudar estas questões, pretendemos: 1. Investigar a relação entre informação sensorial, mudanças posturais e pressões plantares durante a postura irrestrita em idosos e adultos jovens; 2. Investigar os efeitos da prática regular de corrida de rua sobre o controle da postura em idosos; 3. Investigar as cargas mecânicas nas articulações durante o andar e correr e relacionar estas cargas com o ângulo de abdução do pé em idosos em comparação com adultos jovens; e 4. Investigar o efeito da prática regular de corrida de rua sobre as cargas mecânicas articulares e sua distribuição durante o andar e correr em idosos em comparação com adultos jovens. Para tanto, conduziremos três experimentos com adultos e idosos. Um dos experimentos tem um desenho longitudinal em que idosos serão treinados por cerca de 10 meses em corrida de rua. De forma geral, estes achados irão contribuir para o entendimento do controle do equilíbrio e movimento em idosos sedentários e corredores. Esperamos produzir no mínimo quatro artigos em periódicos científicos internacionais para divulgação destes achados. (AU)

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FUKUCHI, REGINALDO K.; FUKUCHI, CLAUDIANE A.; DUARTE, MARCOS. A public dataset of running biomechanics and the effects of running speed on lower extremity kinematics and kinetics. PeerJ, v. 5, MAY 9 2017. Citações Web of Science: 8.
JUNQUEIRA, LUCIA DESIDERI; AMARAL, LIA QUEIROZ; IUTAKA, ALEXANDRE SADAO; DUARTE, MARCOS. Effects of transporting an infant on the posture of women during walking and standing still. GAIT & POSTURE, v. 41, n. 3, p. 841-846, MAR 2015. Citações Web of Science: 6.
MARCHETTI, PAULO H.; ORSELLI, MARIA I. V.; DUARTE, MARCOS. The Effects of Uni- and Bilateral Fatigue on Postural and Power Tasks. JOURNAL OF APPLIED BIOMECHANICS, v. 29, n. 1, p. 44-48, FEB 2013. Citações Web of Science: 7.
CASTANHARO, RAQUEL; DA LUZ, BRUNO S.; BITAR, ALEXANDRE C.; D'ELIA, CAIO O.; CASTROPIL, WAGNER; DUARTE, MARCOS. Males still have limb asymmetries in multijoint movement tasks more than 2 years following anterior cruciate ligament reconstruction. JOURNAL OF ORTHOPAEDIC SCIENCE, v. 16, n. 5, p. 531-535, SEP 2011. Citações Web of Science: 35.
VERAS ORSELLI, MARIA ISABEL; DUARTE, MARCOS. Joint forces and torques when walking in shallow water. JOURNAL OF BIOMECHANICS, v. 44, n. 6, p. 1170-1175, APR 7 2011. Citações Web of Science: 30.
FUKUCHI, REGINALDO K.; ESKOFIER, BJOERN M.; DUARTE, MARCOS; FERBER, REED. Support vector machines for detecting age-related changes in running kinematics. JOURNAL OF BIOMECHANICS, v. 44, n. 3, p. 540-542, FEB 3 2011. Citações Web of Science: 29.
PRADO, JANINA M.; DINATO, MAURO C. M.; DUARTE, MARCOS. Age-related difference on weight transfer during unconstrained standing. GAIT & POSTURE, v. 33, n. 1, p. 93-97, JAN 2011. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.