Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da hidratação na resposta da pressão arterial pós-exercício e seus mecanismos

Processo: 07/08355-1
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2008 - 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz
Beneficiário:Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz
Instituição Sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia do exercício  Exercício físico  Pressão sanguínea  Hemodinâmica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:exercício aeróbio | Função Vascular | Hemodinâmica | hidratação | pressão arterial | sistema autonômico | Fisiologia do Exercício

Resumo

Após a realização de uma sessão de exercício aeróbico ocorre redução da pressão arterial (PA). Esse exercício promove também hipohidratação, mas a influência da hidratação sobre a resposta da PA pós-exercício foi pouco estudada. A hipótese deste estudo é que a hidratação oral reduz a diminuição do volume plasmático pós-exercício, sem alterar o aumento da complacência venosa, diminuindo a redução do volume sistólico, mas não alterando a resposta da freqüência cardíaca (FC), nem sua modulação autonômica e barorreflexa. Assim, na situação hidratada, a diminuição da PA se faz pela queda da resistência vascular periférica, em função do aumento do fluxo sanguíneo e da reatividade vasculares. Para testar esta hipótese, 24 homens saudáveis submeter-se-ão a 4 sessões: Controle (repouso), com e sem hidratação; e Exercício (cicloergômetro, 45 min, 50% VO2pico), com e sem hidratação. A hidratação será feita pela ingestão de 1 litro de água na noite anterior, mais 500 ml 60 min antes do experimento, e mais a ingestão necessária para repor o peso perdido após o exercício. Antes e 60 min após as intervenções (exercício ou repouso) serão medidos: a variação do volume plasmático (hematócrito e hemoglobina), a frequência cardíaca (ECG), a PA (auscultatória e fotopletismográfica), o débito cardíaco (reinalação de CO2 e Model Flow), a modulação autonômica cardíaca e vasomotora (análise espectral), a sensibilidade barorreflexa (índice alfa e método seqüencial), o fluxo sanguíneo muscular (pletismografia), a reatividade vascular (hiperemia reativa) e a complacência venosa (pletismografia). Os resultados serão analisados pela ANOVA de 2 fatores para amostras repetidas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOBO, FERNANDO S.; QUEIROZ, ANDREIA C. C.; SILVA JUNIOR, NATAN D.; MEDINA, FABIO L.; COSTA, LUIZ A. R.; TINUCCI, TAIS; FORJAZ, CLAUDIA L. M.. Hydration Does Not Change Postexercise Hypotension and Its Mechanisms. JOURNAL OF PHYSICAL ACTIVITY & HEALTH, v. 17, n. 5, p. 533-539, . (07/08355-1)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.