Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do ensino a distância no conhecimento dos graduandos de enfermagem sobre terapaia tópica em feridas crônicas

Processo: 10/00041-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2010 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-cirúrgica
Pesquisador responsável:Soraia Assad Nasbine Rabeh
Beneficiário:Soraia Assad Nasbine Rabeh
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Educação em enfermagem  Educação a distância  Doença crônica  Métodos de ensino 

Resumo

Muitas instituições de Ensino Superior (IES), estão implementando métodos ativos de ensino-aprendizagem incluindo a Internet como ferramenta para acesso a informações e compartilhamento de recursos educacionais na forma presencial e a distância. A educação a distância (EAD) é uma forma sistemática e organizada e o aluno constrói a aprendizagem a partir do material disponibilizado, com acompanhamento e supervisão à distância pelos professores ou facilitadores. A assistência a pessoas com feridas crônicas faz parte do cotidiano do profissional qualquer que seja o contexto de prática de enfermagem. As úlceras venosas, diabéticas e por pressão são as de maior prevalência nos adultos e idosos e o tratamento constitui importante problema epidemiológico que merece atenção especial por parte dos profissionais da saúde. Em âmbito internacional, há publicação de várias diretrizes para a prática clínica que orientam o tratamento e prevenção das feridas crônicas. Para a avaliação do processo de cicatrização recomenda-se o uso das diretrizes que atualmente dão subsídios para o tratamento das feridas crônicas da Wound, Ostomy, and Continence Nurses Society para manejo das úlceras por pressão, neuropáticas e venosas (WOCN, 2003; 2004 e 2005). Objetivos. Identificar e descrever as características sócio-demográficas e educacionais dos estudantes de enfermagem; identificar o conhecimento dos estudantes de enfermagem quanto a terapia tópica para a assistência a pacientes com ferida crônica antes e após o uso do módulo de EAD. Metodologia. Pesquisa quase-experimental, avaliação pré e pós, uma intervenção educativa em um mesmo grupo de sujeitos, sem grupo controle, com análise quantitativa. Participarão os estudantes do 3° ano do bacharel e 4° ano da licenciatura dos Cursos de Graduação em Enfermagem de uma Universidade pública do estado de São Paulo, no período de fevereiro de 2011 a dezembro de 2011. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. (AU)