Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito analgésico da oferta oral de solução de glicose 25% e de leite materno ordenhado em recém-nascidos pré-termo submetidos à punção capilar de calcâneo

Processo: 08/11607-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Pesquisador responsável:Amélia Fumiko Kimura
Beneficiário:Amélia Fumiko Kimura
Instituição-sede: Escola de Enfermagem (EE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dor  Analgesia  Recém-nascido  Enfermagem neonatal 

Resumo

Diversas estratégias para o alívio da dor em recém-nascidos (RN) têm sido estudadas, dentre as quais o emprego de métodos não-farmacológicos, em geral, para procedimentos simples e pouco invasivos. A administração oral de solução glicosada é um dos métodos mais estudados e tem se mostrado eficaz no alívio da dor em neonatos submetidos a procedimentos como punção venosa e capilar. Alguns estudos, analisando os efeitos da administração oral do leite materno no alívio da dor também indicam que esse método parece ser promissor. Entretanto, a maioria das publicações restringe-se a estudar RN de termo. O objetivo desta pesquisa é verificar e comparar a eficácia analgésica de solução de glicose e do leite materno ordenhado no alívio da dor aguda em RN pré-termo tardios ou próximos do termo (³ 34 e < 37 semanas de idade gestacional), submetidos à punção capilar em região de calcâneo. Trata-se de um ensaio clínico randomizado, no qual os neonatos serão alocados em três grupos, a saber: no grupo controle (AE) os RN receberão água esterilizada, por via oral, dois mililitros (ml); no grupo experimental 1 (E1), será ofertado dois ml de solução de glicose 25%, por via oral, aos neonatos; no grupo experimental 2 (E2), os recém-natos receberão oralmente dois ml de leite materno ordenhado. A ocorrência de dor será avaliada pela escala Premature Infant Pain Profile e o desfecho principal será o escore de dor. Para se detectar superioridade do efeito analgésico do leite materno e da glicose em relação à água esterilizada e também a equivalência do efeito analgésico da solução de glicose 25% e do leite materno ordenhado, considerando-se ± 5% e poder do teste de 80%, a amostra será constituída de 39 neonatos para cada grupo. Em função de possível perda de 10% dos casos, será aumentado o número de neonatos para 43 por grupo, totalizando, assim, 129 neonatos a serem incluídos no estudo. Contudo, ressalta-se que um estudo piloto será conduzido para se confirmar o tamanho da amostra. Os dados serão apresentados na forma descritiva; para comparação dos efeitos das intervenções sobre os escores de dor será aplicado ANOVA. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição campo de estudo e será registrado no National Institute of Health (NIH). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARIANA BUENO; PRISCILA COSTA; ANGÉLICA ARANTES SILVA DE OLIVEIRA; ROBERTA CARDOSO; AMÉLIA FUMIKO KIMURA. Tradução e adaptação do Premature Infant Pain Profile para a língua portuguesa. Texto & Contexto : Enfermagem, v. 22, n. 1, p. 29-35, Mar. 2013.
BUENO‚ M.; STEVENS‚ B.; DE CAMARGO‚ P.P.; TOMA‚ E.; KREBS‚ V.L.J.; KIMURA‚ A.F. Breast Milk and Glucose for Pain Relief in Preterm Infants: A Noninferiority Randomized Controlled Trial. PEDIATRICS, v. 129, n. 4, p. 664-670, 2012.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.