Busca avançada
Ano de início
Entree

Administração de medicamentos a crianças em creche/pré-escola: percepções dos profissionais que a realizam

Resumo

Na atualidade grande número de crianças freqüenta instituições de educação infantil e permanece longo período do dia nelas, necessitando muitas vezes receber tratamento medicamentoso. A prática de administração de medicamentos a crianças em creches/pré-escolas tem sido realizada com dificuldades de várias ordens, seja pela ausência de profissional da saúde competente para tal no serviço, seja pelas limitações de preparo daqueles que lá estão. Com a finalidade de contribuir para o aprofundamento do conhecimento relativo ao tema e subsidiar ações destinadas à adequação desta prática, o presente estudo tem como objetivos: 1) descrever a prática de administração de medicamentos a crianças em creches/pré-escolas, e 2) identificar e analisar as necessidades relacionadas à administração de medicamentos percebidas pelos profissionais que a praticam. Para tanto, propõe-se uma pesquisa exploratória e descritiva, de natureza quanti-qualitativa. Envolverá a participação dos trabalhadores que executam a administração de medicamentos a crianças, em cinco unidades de creche vinculadas a uma universidade pública do estado de São Paulo. Algumas destas instituições contam com a presença do profissional de saúde e outras não, retratando as diferentes situações encontradas na realidade dos serviços existentes. A coleta de dados referente à caracterização da prática será realizada através do preenchimento de um formulário específico feito pelo trabalhador e a análise do material envolverá cálculo de freqüência e cruzamento entre variáveis. Já a identificação das necessidades dos trabalhadores que administram a medicação às crianças será realizada por meio de entrevista semi-estruturada e o material será analisado por meio da técnica de análise temática de conteúdo. (AU)