Busca avançada
Ano de início
Entree

Toxicidade e valores orientadores de metais pesados em solos

Processo: 07/58333-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni
Beneficiário:Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição do solo  Modelagem  Especiação química  Metais pesados 

Resumo

A poluição do solo por metais pesados, pela intensificação das atividades industriais, agrícolas e urbanização, é um problema crescente e responsável por sérios impactos ao ambiente. O conhecimento das formas químicas dos metais do solo permite avaliar a biodisponibilidade e a mobilidade potencial desses metais e seus riscos ao ambiente. Uma área é considerada contaminada se a concentração de metais ou outros poluentes encontra-se acima de um limite denominado valor de intervenção. A CETESB, que é o órgão responsável pelas avaliações de áreas contaminadas, publicou em 2001 uma tabela contendo valores orientadores de metais pesados e produtos orgânicos para solos e águas subterrâneas, sendo que a mesma deve ser atualizada a cada quatro anos. No entanto, são necessárias mais pesquisas para definição desses valores para o Estado de São Paulo. Serão conduzidos dois projetos com objetivo de estudar a contaminação do solo por metais pesados e subsidiar as tomadas de decisões em áreas contaminadas. Em uma área contaminada por metais oriundos da disposição de resíduos no local, serão avaliados: os teores biodisponíveis de Ba, Cu, Pb, Ni e Zn utilizando dois extratores; a distribuição dos elementos em diferentes frações por meio da extração seqüencial em um solo de mata (controle), solo contaminado e resíduo e a atividade dos metais na solução e a especiação de cátions e ânions das soluções. Em outro experimento será avaliada a fitotoxicidade de Cd e de Ba em ervilha (Pisum sativum L.) e mustarda japonesa (Brassica rapa L.) a correlação da concentração destes elementos na planta com os teores totais e disponíveis no solo. A partir dos resultados obtidos, será realizada a modelagem para derivar os valores de alerta e de intervenção para Cd e Ba e confrontá-los com os atuais valores vigentes na tabela publicada pela CETESB em 2005, por ocasião da primeira atualização. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.