Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento, estabilidade e eficácia pré-clínica de formulações fotoprotetoras contendo vitaminas lipossolúveis e extratos de Ginkgo biloba e algas marinhas vermelhas

Processo: 08/56819-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2009 - 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Análise e controle e medicamentos 

Resumo

A associação de substâncias ativas para o desenvolvimento de produtos cosméticos eficaz para proteção da pele e restauração da integridade da pele fotoenvelhecida, vem sendo muito utilizada. Desta maneira, destaca-se a associação de filtros solares com substâncias antioxidantes, tais como as vitaminas lipossolúveis e os extratos vegetais com propriedades de filtros solares biológicos, os quais podem fornecer benefícios únicos à pele, aumentando a proteção contra a radiação U.V. e melhorando suas condições. Ainda, no desenvolvimento de formulações cosméticas é fundamental a seleção rigorosa de matérias-primas para a obtenção de produtos seguros e estáveis. Assim o objetivo do presente projeto é a avaliação da estabilidade química e física e da eficácia, pré-clínica e clínica, de formulações fotoprotetoras contendo vitaminas A, C e E e extratos de Ginkgo biloba e de algas marinha vermelhas. Serão desenvolvidas formulações com FPS 15 as quais serão acrescidas ou não dos extratos de Ginkgo biloba ou de algas marinhas vermelhas e/ou da associação de vitaminas. As formulações serão submetidas à avaliação da estabilidade física (reologia) e química (cromatografia líquida de alta eficiência - CLAE). A formulação considerada mais estável nestes estudos será utilizada para a avaliação da eficácia, por estudos pré-clínicos (técnicas histopatológicas e histométricas e por imunohistoquímica, por meio da análise de apoptose, metaloproteinases, proliferação e diferenciação celular) e clínicos por técnicas de biofisica e imagem da pele (conteúdo aquoso do estrato córneo, perda transepidérmica de água, micro-relevo cutâneo, propriedades mecânicas da pele, da espessura da epiderme e da derme e presença de manchas), que é uma análise objetiva (instrumental) e, por meio de uma análise subjetiva, sensorial e percepção da eficácia (auto-avaliação) e, ainda, de uma avaliação clínica da pele das voluntárias envolvidas no presente estudo (realizada pelo dermatologista). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Universidades paulistas lideram pesquisa em cosméticos no mundo  
Pesquisadores desenvolvem protetor solar que combate rugas e flacidez 
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

COMPOSIÇÃO DE ATIVOS MULTIFUNCIONAIS, FORMULAÇÃO FOTOPROTETORA MULTIFUNCIONAL, FORMULAÇÃO MULTIFUNCIONAL ANTIENVELHECIMENTO E PROCESSOS DE PREPARAÇÃO DE FORMULAÇÃO FOTOPROTETORA MULTIFUNCIONAL E DE FORMULAÇÃO MULTIFUNCIONAL ANTIENVELHECIMENTO BR1020120329891 - Universidade de São Paulo (USP) . Patricia Maria Berardo Goncalves Maia Campos; Mirela Donato Gianeti Seixas - 21 de dezembro de 2012

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.