Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao do estado nutricional relativo ao zinco de idosos com fratura de quadril, pos cirurgicos, submetidos a suplementacao com calcio e vitamina d.

Processo: 07/55454-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2008 - 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Beneficiário:Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vitamina D  Idosos  Osteoporose  Zinco  Cálcio 

Resumo

Este trabalho tem por objetivo de avaliar o estado nutricional relativo ao zinco em idosos com fratura do quadril, após procedimento cirúrgico, submetidos à suplementação com cálcio e vitamina D. Sabe-se que as fraturas do Quadril (fêmur proximal e pelve) estão entre as mais freqüentes, e diversos estudos epidemiológicos sugeriram que a incidência de fraturas está aumentando, visto ter aumentado significativamente a expectativa geral de vida da população, durante as últimas décadas. Estas fraturas estão associadas à morbidade e mortalidade substanciais; aproximadamente 15% a 20% dos pacientes morrem, em decorrência delas. O conceito mais comumente admitido é que estas fraturas são precedidas pelo desenvolvimento de osteoporose. Muitas evidências indicam que ambos, cálcio e vitamina D são eficazes na proteção óssea, e na prevenção e tratamento da osteoporose, particularmente quando esses dois nutrientes são utilizados juntos, e por isso são sugeridos como suplemento nestes pacientes. Por outro lado, um alto teor de cálcio no organismo pode ter interação com o zinco, influenciando na sua biodisponibilidade. Sabendo-se que uma deficiência em zinco leva a uma redução do crescimento e maturação óssea, e que este mineral é essencial na cicatrização, torna-se evidente a avaliação do zinco nestes pacientes idosos, que sofreram fraturas, e que já possuem um estado nutricional deficiente em relação a este nutriente' Assim, o resultado dessa pesquisa será analisar se a suplementação de cálcio e vitamina D pode prejudicar o estado nutricional desses pacientes em cálcio no organismo pode ter interação com o zinco, influenciando na sua biodisponibilidade. Sabendo-se que uma deficiência em zinco leva a uma redução do crescimento e maturação óssea, e que este mineral é essencial na cicatrização, torna-se evidente a avaliação do zinco nestes pacientes idosos, que sofreram fraturas, e que já possuem um estado nutricional deficiente em relação a este nutriente. Assim, o resultado dessa pesquisa será analisar se a suplementação de cálcio e vitamina D pode prejudicar o estado nutricional desses pacientes em relação ao zinco. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)