Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem, produção e expressão funcional de bacteriocionas produzidas por lactobacilllus sakei subsp. sakei 2ª

Processo: 07/55139-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco
Beneficiário:Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Clonagem  Anti-infecciosos  Listeria monocytogenes  Lactobacillus sakei 

Resumo

Bacteriocinas produzidas por bactérias láticas são peptídeos antimicrobianos com comprovada atividade inibitória sobre Listeria monocytogenes, um dos patógenos mais importantes em alimentos. Esses antimicrobianos agem na membrana celular de bactérias Gram positivas, induzindo a formação de poros e a dissipação da força próton motriz, levando à morte celular. Embora as bacteriocinas sejam bastante estudadas, seu potencial de aplicação em alimentos como agentes de bioconservação ainda precisa ser melhor avaliado. Um dos fatores que limitam esses estudos é que para aplicação em modelos alimentares há necessidade de quantidades relativamente elevadas das substancias purificadas. Estratégias de clonagem e expressão de bacteriocinas em microrganismos heterólogos podem facilitar a produção e purificação destes compostos. Dando continuidade à linha de pesquisa no Laboratório de Microbiologia de Alimentos da FCF/USP, sobre o emprego de bacteriocinas de bactérias lácticas para o aumento da segurança microbiológica de alimentos, desenvolveu-se esse projeto cujo objetivo é clonar os genes responsáveis pela produção e regulação das bacteriocinas produzidas por Lactobacillus sakei subsp. sakei 2ª, cepa isolada de lingüiça que apresenta comprovada atividade antilisterial tanto in vitro quanto in situ. A referida cepa é sabidamente produtora de sakacina P e de pelo menos outros oito peptídeos com atividade sobre L.monocytogenes e também outros patógenos. Após a clonagem, pretende-se inserir estes genes em cepas de Escherichia coli e avaliar sua expressão através da purificação das bacteriocinas em sobrenadante da cultura heteróloga. (AU)