Busca avançada
Ano de início
Entree

A organização do ensino de matemática na infância e a formação do pensamento teórico do educador

Processo: 08/02593-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2009 - 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Elaine Sampaio Araujo
Beneficiário:Elaine Sampaio Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Educação matemática  Teoria histórico-cultural  Educação infantil 

Resumo

O presente projeto tem como objetivo principal investigar a formação do pensamento teórico do professor no movimento de elaboração, reflexão, aplicação, análise e síntese de atividades de ensino em matemática. Nesse sentido, intencionamos revelar e caracterizar manifestações de reflexão, análise e ações mentais desenvolvidas pelos docentes ao longo da dinâmica formativa, bem como Identificar e caracterizar em quais situações e a partir de quais instrumentos formativos o professor consegue superar o pensamento empírico e alcançar o pensamento teórico. Nesse sentido, a aprendizagem docente configura-se como objeto desta investigação. A opção pela matemática deve-se ao fato de que essa área, no âmbito da Educação de Infância e séries iniciais do Ensino Fundamental, nem sempre tem recebido investimentos no que se refere à formação docente, quer das políticas públicas, quer dos próprios educadores. Os sujeitos do projeto serão professores de Educação Infantil e das séries iniciais do Ensino Fundamental, principalmente docentes das escolas-campo de estágio do curso de Pedagogia da FFCLRP/USP e alunos egressos do mesmo curso, com participação espontânea. O projeto terá a duração de dois anos, e estão previstos encontros quinzenais, com duração de três horas. Esta pesquisa inscreve-se numa perspectiva qualitativa-quantitativa de análise dos dados, fundamentando-se no Materialismo histórico-dialético e na pesquisa formativa como procedimento metodológico. O referencial teórico sustenta-se na Teoria da Atividade proposta pela psicologia histórico-cultural tendo como autores de referência Vygotsky, Leontiev e Davidov. Serão consideradas fontes de informações para análise as produções verbais dos educadores participantes, dentre as quais destacam-se: as atividades de ensino, o portfolio reflexivo e as sínteses de cada encontro formativo com o pesquisador. São alguns objetivos do processo formativo: tornar consciente o quadro conceitual subjacente à prática; desenvolver uma atitude de análise e síntese do processo pedagógico; favorecer a construção de saberes no âmbito do currículo de matemática na Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental. A divulgação dos resultados inclui a produção de material pedagógico de apoio à docência, em formato gráfico, digital e magnético, a elaboração de artigos e a participação em eventos científicos. (AU)