Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da soroprevalência da infecção pelos vírus dengue em Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, e análise da detecção da proteína não-estrutural 1 (NS1) dos vírus dengue, no período inter-epidêmico, em soros de pacientes com suspeita de dengue

Processo: 09/14449-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Benedito Antônio Lopes da Fonseca
Beneficiário:Benedito Antônio Lopes da Fonseca
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Controle de doenças transmissíveis  Dengue  Vírus da dengue  Técnicas e procedimentos diagnósticos  Proteína NS1  Técnicas imunoenzimáticas  Estudos soroepidemiológicos 

Resumo

A dengue é atualmente considerada a mais importante arbovirose que afeta o homem em termos de morbidade e mortalidade, pois além de se apresentar como uma doença febril "influenza-like", manifesta-se também como formas graves, como as febre hemorrágica da dengue/síndrome do choque da dengue (FHD/SCD) e manifestações atípicas, como por exemplo, as manifestações neurológicas. A FHD/SCD é uma doença caracterizada por uma elevada taxa de letalidade e, dentre as várias hipóteses que tentam explicar esta apresentação clínica, grande importância é dada àquela que imputa como um grande fator de risco para a FHD/SCD as infecções secundárias causadas por um sorotipo dos vírus dengue diferente do causador da infecção primária. A análise sazonal das epidemias de dengue mostra que estas ocorrem anualmente durante os meses de dezembro a maio, mas pouco se sabe sobre a circulação dos vírus dengue durante o período inter-epidêmico. Portanto, o primeiro objetivo deste projeto visa estudar se o diagnóstico dos casos de dengue na população de Ribeirão Preto, durante o período inter-epidêmico, resultará em um melhor conhecimento da epidemiologia desta doença em Ribeirão Preto com a possibilidade de extrapolar este conhecimento para outras regiões. Para tanto, as amostras de sangue de pacientes com sintomas compatíveis com dengue atendidos nas unidades básicas de saúde no período inter-epidêmico (junho a novembro de 2010), serão encaminhadas e processadas em nosso laboratório para a detecção da proteína não-estrutural NS1 dos vírus dengue através de ensaio imuno-enzimático e imuno-cromatografia, bem com por PCR em tempo-real, isolamento viral e detecção de anticorpos IgM quando adequado. Já que as infecções secundárias são potencialmente um fator de risco para a FHD/SCD, é importante conhecer a prevalência das infecções pelos vírus dengue em qualquer região onde a dengue é endêmica. Portanto, o segundo objetivo deste projeto visa determinar a prevalência da infecção por estes vírus na cidade de Ribeirão Preto, o que nos permitirá definir o possível de risco de dengue hemorrágico por infecções seqüenciais nas diversas regiões da cidade e faixas etárias da população de Ribeirão Preto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MIRANDA, CARLOS HENRIQUE; BORGES, MARCOS DE CARVALHO; MATSUNO, ALESSANDRA KIMIE; VILAR, FERNANDO CRIVELENTI; GALI, LUIS GUSTAVO; VOLPE, GUSTAVO JARDIM; SCHMIDT, ANDRE; PAZIN-FILHO, ANTONIO; FIGUEIRA DA SILVA, FERNANDA MIQUELITTO; DE CASTRO-JORGE, LUIZA ANTUNES; DE OLIVEIRA, MAYRA FERNANDA; SAGGIORO, FABIANO; MARTINES, ROOSECELIS BRASIL; LOPES DA FONSECA, BENEDITO ANTONIO. Evaluation of Cardiac Involvement During Dengue Viral Infection. Clinical Infectious Diseases, v. 57, n. 6, p. 812-819, SEP 15 2013. Citações Web of Science: 34.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.