Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da massa gorda e dos nível de Vitamina D sobre o desempenho físico e muscular de idosos

Processo: 08/53125-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Julio Cesar Moriguti
Beneficiário:Julio Cesar Moriguti
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Composição corporal  Idosos  Obesidade  Força muscular 

Resumo

A obesidade é um dos principais agravantes da incapacidade física na população idosa. E de extrema importância avaliar as mudanças do peso corporal e da composição corporal no envelhecimento, tendo em vista que o aumento da massa gorda e conseqüentemente da gordura intraabdominal e o decréscimo de massa magra são fatores que podem aumentar o risco de incapacidade física, desenvolvimento de doenças cardiovasculares e limitações funcionais graves. O objetivo do estudo será avaliar a influência do peso corporal, da massa gorda, do nível de vitamina D e da sarcopenia sobre a composição corporal, força muscular e o desempenho físico dos idosos; determinar o nível sérico das dosagens bioquímicas e correlacioná-los com a densidade mineral óssea e força muscular e por fim, correlacionar a força muscular com o índice muscular esquelético e com a qualidade muscular em cada grupo. A amostra será composta por 80 indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 60 e 75 anos, integrantes do cadastro do Programa de Saúde da Família vinculados a FMRP-USP e serão selecionados randomicamente. A composição corporal será avaliada pelo equipamento Dual Energy X-Ray Absorptiometry, o teste de força de preensão da mão será avaliado com o dinamômetro portátil, com graduação. A determinação da carga máxima dos membros inferiores será realizada por meio do teste de uma repetição máxima e o teste Timed Up and Go (TUG) será aplicado com a finalidade de avaliar o equilíbrio, risco de quedas e capacidade funcional de idosos. O nível de atividade física será avaliado mediante aplicação do IPAQ-8, contendo perguntas em relação à freqüência e duração da realização de atividades físicas e os parâmetros bioquímicos serão avaliados: fosfatase alcalina, cálcio, fósforo inorgânico, 25-hidroxivitamina D e o hormônio paratormônio (PTH). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COELHO VILACA, KARLA HELENA; OLIVEIRA CARNEIRO, JOSE AILTON; FERRIOLLI, EDUARDO; DA COSTA LIMA, NEREIDA KILZA; ALBUQUERQUE DE PAULA, FRANCISCO JOSE; MORIGUTI, JULIO CESAR. Body composition, physical performance and muscle quality of active elderly women. ARCHIVES OF GERONTOLOGY AND GERIATRICS, v. 59, n. 1, p. 44-48, JUL-AUG 2014. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.