Busca avançada
Ano de início
Entree

Miosina-Va e DLCs como alvos para terapia anti-tumoral mediada por shRNA e peptídeos apoptogênicos

Processo: 09/50167-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2009 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Enilza Maria Espreafico
Beneficiário:Enilza Maria Espreafico
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):11/11487-2 - Miosina-Va e DLCs como alvos para terapia anti-tumoral mediada por shRNA e peptídeos apoptogênicos, BP.TT
11/01443-8 - Miosina-Va e DLCs como alvos para terapia anti-tumoral mediada por shRNA e peptídeos apoptogênicos, BP.TT
09/17638-2 - Miosina-Va e DLCs como alvos para terapia anti-tumoral mediada por shRNA e peptídeos apoptogênicos, BP.TT
09/10582-1 - Miosina-Va e DLCs como alvos para terapia anti-tumoral mediada por shRNA e peptídeos apoptogênicos, BP.TT
Assunto(s):Anoikis  Apoptose  Neoplasias  Terapia genética 

Resumo

Um dos mecanismos propostos para modular a função de fatores pró-apoptóticos, como Bim e Bmf, é o seqüestro no citoesqueleto, promovido pelas cadeias leves DLC1 e DLC2 e os respectivos motores imoleculares, dineína e miosina-Va (MVa). Demonstramos, em nosso laboratório, que um fragmento da cauda da MVa (MVaf), capaz de interagir com DLCs 1 e 2, induz intensa apoptose em células tumorais. Por interferir sobre a via intrínseca da apoptose, uma via chave para a supressão tumoral que se encontra freqüentemente alterada em câncer, o peptídeo MVaf oferece a possibilidade de ação específica contra o câncer. Sendo assim, o presente projeto tem por objetivos: (1) Avaliar o potencial do MVaf como agente antitumoral, através das abordagens de terapia gênica e terapia peptídica in vitro e em modelo animal; (2) Dissecar os mecanismos pelos quais o MVaf desencadeia a resposta apoptótica; e (3) Investigar o envolvimento de MVa e DLCs na promoção de fenótipos malignos, em modelos experimentais de melanoma e carcinoma mamário, buscando definir o potencial do silenciamento dessas moléculas como estratégias anti-tumorais. Interferência funcional e terapia gênica serão realizadas através de vetores lentivirais ou plasmidiais, carregando transgenes que codificam proteína ou shRNA, sob comando de promotores com atividade constitutiva ou regulada. A terapia peptídica será baseada no MVaf recombinante ou peptídeos sintéticos ligantes de DLCs, associados a um domínio de transdução/penetração celular (CTD/CPP). As análises funcionais incluirão quantificação da resposta apoptótica e avaliação da tumorigenicidade e capacidade metastática em modelo animal. Mecanismos moleculares e temporais da resposta apoptótica serão avaliados por microscopia confocal, citometria de fluxo, imunoprecipitação, pull-down e espectrometria de massa. Com isso, esperamos contribuir para a elucidação de novos mecanismos e desenvolvimento de estratégias terapêuticas dirigidas a vias centrais de controle da morte e invasão celular com perspectiva de ação específica contra o câncer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KANNO, TATIANE Y. N.; ESPREAFICO, ENILZA M.; IRENE YAN, CHAO YUN. Role of myosin Va in neuritogenesis of chick dorsal root ganglia nociceptive neurons. Cell Biology International, v. 38, n. 3, p. 388-394, MAR 2014. Citações Web of Science: 1.
BORDINI, JEANE; CALANDRELI, IVY; SILVA, GISDELIA O.; FERREIRA, KLEBER Q.; LEITAO-MAZZI, DENISE P. S.; ESPREAFICO, ENILZA M.; TFOUNI, ELIA. A rhodamine-B-based turn-on fluorescent sensor for biological iron(III). Inorganic Chemistry Communications, v. 35, p. 255-259, SEP 2013. Citações Web of Science: 22.
IZIDORO-TOLEDO, T. C.; BORGES, A. C.; ARAUJO, D. D.; LEITAO MAZZI, D. P. S.; NASCIMENTO JUNIOR, F. O.; SOUSA, J. F.; ALVES, C. P.; PAIVA, A. P. B.; TRINDADE, D. M.; PATUSSI, E. V.; PEIXOTO, P. M.; KINNALLY, K. W.; ESPREAFICO, E. M. A myosin-Va tail fragment sequesters dynein light chains leading to apoptosis in melanoma cells. CELL DEATH & DISEASE, v. 4, MAR 2013. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.