Busca avançada
Ano de início
Entree

Patologia comparada de infecções selecionadas de anfíbios anuros de vida livre do bioma da Mata Atlântica: estudo prospectivo e retrospectivo

Processo: 09/52638-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Jose Luiz Catao Dias
Beneficiário:Jose Luiz Catao Dias
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças parasitárias  Anfíbios  Anura  Mata Atlântica 

Resumo

A perda global da biodiversidade é um dos mais graves problemas da atualidade. Dentre todos os vertebrados, os anfíbios mostraram o mais severo declínio nas últimas décadas. A maioria destas perdas ocorreu a partir de 1980 e as espécies Neotropicais foram as mais afetadas. O Brasil é o país que possui a maior diversidade de anfíbios no mundo e há poucas publicações sobre declínios destes no país, apesar de haver diversos relatos oficiosos e estes são principalmente em Mata Atlântica. Estudos recentes descreveram que os declínios observados em populações de anfíbios são decorrentes de interações complexas entre diversos fatores, como perda de habitats, introdução de espécies exóticas, poluição, contaminantes ambientais, aumento da radiação UV, alterações climáticas e doenças infecciosas. As doenças estão entre os diversos aspectos que necessitam ser estudados para o incremento da conservação de anfíbios no mundo e no Brasil. Sabidamente, uma grande variedade de patógenos afeta populações de anfíbios de vida de livre, incluindo vírus, bactérias, parasitas e fungos. Diante da crise de extinção global que afeta os anfíbios, da importância representada pelo Brasil na composição da rica biodiversidade deste grupo de vertebrados, do relevante papel que as doenças podem ter nos processos de declínio e extinção de populações de anfíbios anuros e o pouco número de trabalhos investigando as enfermidades prevalentes nestes animais no Brasil, o presente trabalho tem o objetivo de estudar retrospectiva e prospectivamente através de procedimentos anátomo-patológicos, microbiológicos, parasitológicos e moleculares, a ocorrência de enfermidades selecionadas que podem acometer estes animais em um bioma único de nosso planeta, a Mata Atlântica brasileira, e, desta forma, contribuir para a melhor compreensão das consequências destas para a conservação dos anfíbios em nosso meio. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
O exterminador de anfíbios 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SELENE DALL'ACQUA COUTINHO; JULIETA CATARINA BURKE; CATIA DEJUSTE DE PAULA; MIGUEL TREFAUT RODRIGUES; JOSÉ LUIZ CATÃO-DIAS. The use of singleplex and nested PCR to detect Batrachochytrium dendrobatidis in free-living frogs. Brazilian Journal of Microbiology, v. 46, n. 2, p. 551-555, Jun. 2015.
DE PAULA, C. D.; PACIFICO-ASSIS, E. C.; CATAO-DIAS, J. L. Batrachochytrium dendrobatidis in amphibians confiscated from illegal wildlife trade and used in an ex situ breeding program in Brazil. DISEASES OF AQUATIC ORGANISMS, v. 98, n. 2, p. 171-175, MAR 20 2012. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.