Busca avançada
Ano de início
Entree

Fontes protéicas em dietas à base de cana-de-açúcar para vacas leiteiras

Processo: 08/11140-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Marcos Veiga dos Santos
Beneficiário:Marcos Veiga dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinocultura leiteira  Alimentos volumosos 

Resumo

O objetivo geral do estudo é avaliar os efeitos de quatro fontes protéicas com diferentes taxas de degradabilidade (controle, alta, média e baixa) e de níveis crescentes de proteína bruta na dieta, utilizando volumoso à base de cana-de-açúcar, sobre a produção e composição do leite, consumo de nutrientes, parâmetros ruminais e sanguíneos em vacas leiteiras. A hipótese a ser testada neste estudo é de que o aumento da degradabilidade de fontes protéicas (alteração da relação entre energia metabolizável: proteína metabolizável (EM:PM)), e da variação do teor de proteína bruta da dieta de vacas leiteiras podem alterar a produção e composição do leite, assim como os parâmetros ruminais. Para tanto são propostos três experimentos a serem desenvolvidos ao longo de 2 anos, nos quais serão testados: 1) Efeito de taxa de degradabilidade de quatro fontes protéicas, 2) Efeito de níveis crescentes de proteína bruta na dieta (alto e baixo) e da taxa de degradabilidade (alta e baixa) de fonte protéica (uréia e farelo de soja) e, 3) Efeito de níveis crescentes de proteína bruta na dieta (alto e baixo) e e da taxa de degradabilidade (alta e baixa) de fonte protéica (soja em grão crua e protenose). As variáveis a serem avaliadas nos três experimentos são: a) produção corrigida de leite para 3,5% de gordura; b) composição (gordura, proteína bruta, lactose, sólidos totais), contagem de células somáticas, composição da proteína do leite (caseína, proteína do soro) e concentração de nitrogênio uréico no leite (NUL); c) consumo de nutrientes, parâmetros ruminais (digestibilidade aparente total, fermentação e produção microbiana), parâmetros sanguíneos (ácidos graxos não-esterificados, triglicerídios, colesterol total, colesterol-HDL, colesterol-LDL, colesterol-VLDL, proteínas totais, albumina, uréia e nitrogênio uréico). Será utilizado o delineamento experimental em quadrado latino 4 x 4, com 4 tratamentos e 4 períodos de 21 dias e um total de 3 quadrados contemporâneos. Serão realizadas coletas de dados diárias nos últimos 7 dias de cada período experimental. A dieta será fornecida em duas refeições diárias (manhã e tarde). Serão utilizadas 12 vacas adultas (>2ª lactação) da raça Holandesa, em estágio intermediário de lactação (> 90 < 200 dias), com peso vivo de aproximadamente 600 kg, as quais serão alojadas no em estábulo tipo "free-stall", com controle individual de consumo de alimentos e regime de duas ordenhas/dia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NAVES, J. R.; DE JESUS, E. F.; MARTINS, C. M. M. R.; TOMAZI, T.; DE FREITAS JUNIOR, J. E.; RENNO, F. P.; SANTOS, M. V. EFFICIENCY OF DIETARY NITROGEN UTILIZATION AND DIGESTIVE METABOLISM OF DAIRY COWS FED DIFFERENT NITROGEN SOURCES AND SUGARCANE. JOURNAL OF ANIMAL AND PLANT SCIENCES, v. 25, n. 4, p. 941-949, AUG 2015. Citações Web of Science: 0.
DE JESUS, ELMESON FERREIRA; ANDREUCCI CONTI, LUIS HENRIQUE; TOMAZI, TIAGO; DINIZ, MARINA ELENA; MIGLIANO, AMARAL; PRADA E SILVA, LUIS FELIPE; RENNO, FRANCISCO PALMA; DOS SANTOS, MARCOS VEIGA. Intake, Nutrient Digestibility and Milk Yield of Dairy Cows Fed Urea and Two Levels of Crude Protein in Diets with Sugar Cane. Journal of Animal and Veterinary Advances, v. 11, n. 22, p. 4135-4142, 2012. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.